BMW M volta aos Campeonatos de Resistência IMSA em 2023

  • Redação Autoportal
  • 13 jun, 11:27
BMW de regresso aos protótipos de resistência em 2023
BMW de regresso aos protótipos de resistência em 2023

Mais de duas décadas depois a BMW M Motorsport volta aos protótipos nos Estados Unidos

A BMW M Motorsport anunciou em comunicado que irá regressar aos campeonatos IMSA já para competir em 2023 na classe LMDh.

A marca anunciou a participação, pelo menos, nas clássicas corridas de Daytona, Sebring e Road Atlanta nos Estados Unidos da América.

PUB

O novo carro está já em desenvolvimento para o campeonato norte-americano IMSA (onde atualmente corre o piloto português Filipe Albuquerque) e são grandes as esperanças dos responsáveis da BMW M Motorsport.

A BMW tem um historial de sucesso nos protótipos, com destaque para a vitória nas 24h Le Mans (França) e 12h Sebring (EUA), com o BMW V12 LMR em 1999.

A nova categoria LMDh irá permitir controlar custos e oferecer um grande leque de possibilidades aos construtores para poderem estar presentes, pelo que a BMW deverá enfrentar forte concorrência em 2023.

As regras dos LMDh estipulam que os carros deverão ter motorização híbrida (motor de combustão e elétrico) e cada construtor poderá desenvolver o seu próprio motor, gerador, as baterias, transmissão e alguns componentes standard.

PUB

O chassis ainda não foi anunciado oficialmente, mas será fornecido a todas as equipas por um produtor externo (Oreca, Dallara ou Ligier, por exemplo).

Será um regresso muito saudado da marca alemã e uma forte presença no IMSA.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Albuquerque no pódio e vitória de Magnussen no IMSA em Detroit

Porsche descarta 911 elétrico nesta década e vai preparando um híbrido 'tipo Le Mans'

IMSA: Filipe Albuquerque vence as 24 Horas de Daytona

Novo BMW i4 reforça a aposta na mobilidade elétrica sem esquecer a emoção

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS