Diretor da FIA considera “decisão” de Ocon “completamente inaceitável”

  • Redação Autoportal
Charlie Whiting (Reuters)
Charlie Whiting (Reuters)

As opiniões sobre o incidente entre Esteban Ocon e Max Verstappen no GP do Brasil têm tido desde que marcou o andamento da Corrida no domingo visões diferentes [como poderá ver nos artigos relacionados], não obstante os veredictos sequentes aos choques em pista e fora dela entre os dois pilotos.

O piloto francês da Force India foi desde logo penalizado com um «stop and go» de dez segundos na Corrida. O holandês da Red Bull foi condenado a dois dias de trabalho comunitário pelo confronto físico com o adversário na zona de pesagem dos pilotos.

Mas as ondas de choque do embate ainda se fazem sentir no rescaldo do fim de semana e é a nível institucional que se faz ouvir mais uma reação ao incidente em pista. O Diretor de Corridas da FIA considera “completamente inaceitável” que o francês tenha “decidido” disputar a posição com o líder da prova.

Charlie Whiting considera – como Hamilton referiu desde logo a Verstappen – que Ocon “tinha todo o direito de desdobrar-se” da volta de atraso em relação ao holandês, “mas é claro que se espera que se faça com segurança”. “Mais em concreto, devia ter sido feito de forma clara e sem luta [pela posição]. Não se devia lutar para passar”, esclareceu Whiting ao «Motorsport.com».

“Se ele tem o andamento, é normal esperar a Red Bull dizer Ocon tem andamento, deixa-o passar, ou algo do género”, acrescentou o diretor da FIA reprovando a decisão do francês: “Parece que ele simplesmente foi com tudo. Foi um pouco lamentável que ele tenha decidido lutar pelo lugar, o que é completamente inaceitável.”

Whiting não deixou de frisar também que o facto de que o carro do qual Ocon estava a tentar desdobrar-se ser o do líder da Corrida não interfere na análise à decisão do piloto da Force India: “Não penso que faça diferença.“ “Faz parecer pior aos olhos das pessoas, mas, no que respeita aos comissários, isso não importa.”

VEJA TAMBÉM:

GP do Brasil: Max Verstappen confronta Esteban Ocon nas boxes

Max Verstappen condenado a dois dias de trabalho comunitário

Hamilton contrapõe argumentos a Verstappen sobre o choque com Ocon

Comentários

Veja mais