F1: Red Bull e Racing Point sem lugar para Sebastian Vettel

  • Redação Autoportal
  • 10 jul 2020, 15:44
Manuel Luís Goucha e Vasco Palmeirim

Piloto alemão vai deixar a Ferrari no final da temporada

As equipas de Fórmula 1 da Red Bull e da Racing Point revelaram esta sexta-feira nãop estar nos seus planos a contratação do piloto alemão Sebastian Vettel, que vai deixar a Ferrari no final da temporada de 2020.

"Não fazíamos ideia de que ele estaria no mercado este ano. O nosso compromisso é com os nossos atuais pilotos", disse o britânico Christian Horner, diretor da Red Bull, equipa com a qual Vettel conquistou quatro títulos mundiais entre 2010 e 2013.

"Infelizmente, a contratação de Vettel não nos será possível", concluiu Horner, à margem do GP da Estíria, que se disputa no domingo no Red Bull Ring, na Áustria.

Também a Racing Point não tem lugar para Vettel, pois tem contratos de longa duração com o mexicano Sergio Pérez e com o canadiano Lance Stroll, filho do proprietário da equipa.

"É lógico que não temos lugar", frisou o diretor da equipa da Racing Point, Otmar Szafnauer.

Sebastian Vettel chegou à Ferrari em 2015, substituindo o espanhol Fernando Alonso, depois de quatro títulos consecutivos com a Red Bull.

RELACIONADOS

Vettel: “A Ferrari nunca me fez uma oferta para renovar”

Valtteri Bottas: “Mercedes não está a considerar contratar Vettel”

“Vettel tem calibre para lutar por um campeonato”

COMPUTADOR DE BORDO

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

Largue o telemóvel: conheça as alterações ao Código da Estrada

VEJA MAIS

MAIS LIDAS