GP de Itália: Ricciardo ganha, McLaren dobra, Max e Lewis chocam

  • Redação Autoportal
  • 12 set, 15:43

Bottas bate Pérez na disputa entre Mercedes e Red Bull

Daniel Ricciardo venceu neste domingo o GP de Itália de Fórmula 1 com uma dobradinha da McLaren numa corrida em que a luta pelo título Mundial de Pilotos ficou marcada pelo choque entre Max Verstappen e Lewis Hamilton deixando os respetivos Red Bull e Mercedes encavalitados um no outro na gravilha.

PUB

Este foi o segundo momento preparatório do regresso às vitórias da McLaren na F1 (que não acontecia desde 2021) . O primeiro, foi logo na partida quando Ricciardo saiu para o comando partindo melhor do que Verstappen que largou da pole position. Norris e Hamilton seguiam-nos. Valttteri Bottas partia da 19.ª posição para uma grande recuperação.

Com Ricciardo a solidificar a liderança, Verstappen perdeu ainda mais tempo com uma paragem mal conseguida na box. Hamilton fez a sua paragem depois, já na frente de Norris. Mas a troca de pneus também não foi a mais rápida. E quis o destino desta corrida que o inglês regressasse à pista quando Verstappen passava…

Se o líder da corrida era outro, a intensa luta pelo título mundial de pilotos passava por aqui e, depois de ultrapassada a reta da meta, o Mercedes e o Red Bull não couberam lado a lado na primeira chicane do Autódromo de Monza. A passagem de Verstappen por cima de um corretor mais alto projetou o seu carro para cima do Mercedes e ficaram ambos ali – o halo voltou a mostrar-se importantíssimo para proteger Hamilton da passagem do Red Bull por cima da sua célula de segurança.

PUB

Já depois de terminada a corrida, os comissários reuniram-se com os dois pilotos e decidiram atribuir a Verstappen uma penalização de três lugares na grelha da próxima prova e 2 pontos na licença. O piloto da Red Bull foi considerado responsável pelo acidente, pois a sua tentativa de ultrapassagem foi considerada "tardia de mais para ter espaço"

PUB

Voltando atrás para retomar o que se passou em pista logo após este acidente, os carros reagruparam-se com o Virtual Safety Car, mas Ricciardo manteve-se impassível na liderança e, agora, com Norris a escudá-lo de qualquer surpresa. Os dois pilotos da McLaren trataram de garantir uma dobradinha para a equipa 11 anos depois, com uma luta interessante entre Sergio Pérez e Bottas pelo terceiro lugar ganha pelo Red Bull no cortar da meta, mas vencida em última instância pelo finlandês da Mercedes com uma penalização anunciada para o mexicano relegado para quinto.

Classificação do GP de Itália:

Classificação do Mundial de Pilotos:

1 Max Verstappen (Red Bull), 226,5 pontos

PUB

2 Lewis Hamilton (Mercedes), 221,5

3 Valtteri Bottas (Mercedes), 141

4 Lando Norris (McLaren), 132

5 Sergio Pérez (Red Bull), 118

6 Charles Leclerc (Ferrari), 104

7 Carlos Sainz (Ferrari), 97,5

8 Daniel Ricciardo (McLaren), 83

9 Pierre Gasly (AlphaTauri), 66

10 Fernando Alonso (Alpine), 50

(...)

Classificação do Mundial de Construtores:

1 Mercedes, 362,5

2 Red Bull, 344,5

3 McLaren, 215

4 Ferrari, 201,5

5 Renault (...) 95

(...)

O Mundial de F1 prossegue no fim de semana de 26 deste mês com o GP da Rússia, a 15.ª prova d temporada, no Autódromo de Sochi.

[artigo atualizado com a penalização a Max Verstappen]

Continuar a ler

RELACIONADOS

GP de Aragão: Oliveira chega aos pontos no MotorLand na vitória de Bagnaia

Dominador Rovanpera vence Rali da Grécia e Ogier reforça comando do Mundial

Filipe Albuquerque tem a pole em Laguna Seca: “Correu tudo na perfeição”

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS