Fórmula E: ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA É CAMPEÃO DO MUNDO

  • Redação Autoportal
  • 9 ago 2020, 17:51
Manuel Luís Goucha e Vasco Palmeirim

Piloto português venceu o campeonato 2019/20 a duas provas do final

António Félix da Costa sagrou-.se neste domingo CAMPEÃO DO MUNDO de Fórmula E vencendo o campeonato 2019/20 de monolugares elétricos da FIA a duas corridas do fim.

O piloto português terminou o e-Prix de Berlim, quarta das seis rondas finais marcadas para o aeroporto de Tempelhof, na Alemanha, na segunda posição, o suficiente para carimbar o título de campeão.

Félix da Costa que realizou uma corrida inteligente, largou do segundo lugar da grelha para rapidamente se colar ao seu companheiro de equipa, Jean-Éric Vergne, que saiu da pole position.

Contudo, logo na primeira volta das 37 realizadas, Max Guenther (BMW), que chegou a esta ronda na segunda posição do campeonato, travou tarde na curva de entrada para a reta da meta e bateu forte em OliverTurvey (Nio), acabando por terminar a corrida mais cedo e obrigando à entrada do Safety Car.

No recomeço da corrida os dois pilotos da DS Techeetah conseguiram manter os lugares da frente, com Félix da Costa atrás do seu companheiro de equipa, situação que só se alterou após a passagem pelo primeiro ‘atack mode’, altura em que o piloto português assumiu o comando da corrida, com Jean-Éric Vergne, a cair para o segundo lugar, numa clara jogada de equipa.

Atras dos dois pilotos da DS Techeetah, os Nissan de Sébastien Buemi e Oliver Rowland, mantinham acesa a luta pela vitória na corrida, com Nick de Vries (Mercedes) a apertar com os pilotos da equipa japonesa.

A 10 minutos do final da corrida, António Félix da Costa, deixou passar Jean-Éric Vergne, de forma a garantir uma melhor gestão da energia do seu monolugar para as derradeiras voltas deste e-Prix de Berlim, acabando por terminar na segunda posição a 0.497s do seu companheiro de equipa que conquistou a primeira vitória da temporada, com o português a rubricar ainda a volta mais rápida da corrida.

Buemi acabou na terceira posição a 1.392s do vencedor da corrida e na frente de Nick de Vries que foi quarto.

Já e Oliver Rowland fechou o top cinco desta nona ronda da temporada, marcada pela dobradinha da DS Techeetah, que desta forma assegura o título de equipas pelo segundo ano consecutivo e pelo título de Campeão do Mundo de Fórmula E, conquistado pelo piloto português a duas rondas do final.

Com estes resultados, António Félix da Costa soma agora 156 pontos, que o deixam a salvo dos adversários nas duas corridas que faltam disputar, na capital alemã, enquanto Jean-Éric Vergne subiu ao segundo lugar com 80 pontos e Max Guenther que não terminou a corrida é terceiro com 69 pontos, os mesmos que Lucas Di Grassi (Audi) que ocupa a quarta posição.

A próxima ronda do mundial de Fórmula E está marcada para 12 de agosto, quarta-feira, e será a penúltima da temporada.

COMPUTADOR DE BORDO

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

Largue o telemóvel: conheça as alterações ao Código da Estrada

VEJA MAIS

MAIS LIDAS