Ocon defende Stroll: “Tanto ódio não é normal”

  • Redação Autoportal
Esteban Ocon (Lusa)
Esteban Ocon (Lusa)

Esteban Ocon decidiu tomar uma posição pública colocando-se ao lado de Lance Stroll e manifestando-lhe todo o apoio depois das acusações de que o piloto canadiano tem sido alvo.

A compra da Force India pelo consórcio liderado por Lawerence Stroll, a mudança do seu filho da Williams para a equipa em 2019 e a esperada renovação de Sergio Pérez deixaram Esteban Ocon sem perspetiva de ter equipa na Fórmula 1 no próximo.

E é o jovem Lance que tem «apanhado» com as acusações da responsabilidade. Ora, o também jovem Ocon saiu a terreiro numa imagem divulgada pela F1 para defender o seu «compicha» e não só tentar explicar que Lance Stroll não tem culpa como “não é normal” manifestar “tanto ódio”.

“Podemos ter antecedentes diferentes, mas temos a mesma paixão cá dentro, espírito de competição e o mesmo amor pelo desporto... Por isso, pessoal tenham respeitado e mostrem o vosso apoio. Nada na vida é fácil e todos trabalhamos muito para estar aqui.”

Ao «Motorsport.com», o piloto francês confirmou que a sua manifestação po+ublica se deveu à injustiça que considera estar a ser feita para com Stroll.

“Fi-lo porque o Lance é o meu maior compincha no paddock e nós temos uma grande relação desde há algum tempo. As pessoas falam como se fosse culpa dele, mas não é nada culpa dele. Por isso, eu quis partilhar com todos vendo todo o ódio que vi nas redes sociais, não é normal. Acho que é melhor mostrarmos o nosso apoio do que ódio.”

Comentários

Veja mais