Novo Ford Puma Hybrid WRC fez a primeira aparição pública no Festival de Goodwood

  • Redação Autoportal
  • 15 jul, 12:32

O Puma Rally1 é o novo híbrido da M-Sport Ford World Rally Team que vai competir no Campeonato do Mundo de Ralis em 2022

A Ford já deu a conhecer o modelo com que irá competir oficialmente no Campeonato do Mundo de Ralis de 2022 – o Puma Rally1. A nova arma da M-Sport Ford World Rally Team fez a primeira aparição pública a nível mundial no conhecido Festival de Velocidade de Goodwood e destaca-se por montar uma unidade motriz híbrida plug-in, movida por um combustível 100% sustentável, não-fóssil.

Na sua versão protótipo, o Puma Rally1 foi conduzido pelo francês Adrien Fourmaux, piloto oficial da equipa, e por Matthew Wilson, piloto de testes, tornando-se assim no primeiro World Rally Car de uma nova era do WRC a dar-se a conhecer.

PUB

O novo Puma Rally1 integra um motor híbrido de nova geração, que combina o desempenho de um motor a gasolina EcoBoost de 1,6 litros com um motor elétrico de 100 kW e uma bateria de 3,9 kWh, o que permite à Ford transpor para a competição a sua aposta na produção de automóveis com zero emissões. Note-se que o construtor pretende que a sua gama de veículos de passageiros na Europa seja composta unicamente por modelos 100% elétricos ou híbridos plug-in no decurso de 2026, para até 2030 contar apenas com veículos totalmente elétricos.

PUB

“A Ford está totalmente empenhada num futuro eletrificado e a intensidade imposta pelo mundo da competição tem sido responsável por muitas das inovações que atualmente surgem nos nossos modelos de estrada”, revelou Mark Rushbrook, Diretor Global da Ford Performance. “O Ford Puma Rally1 da M-Sport irá pôr à prova a potência híbrida e comprovar que a tecnologia é capaz de proporcionar um desempenho emocionante”.

PUB

O Puma Rally1 irá assim seguir as regras impostas pela Federação Internacional do Automóvel (FIA), as quais ditam que a partir de 2022 todos os WRC têm de ser híbridos, sendo que os trajetos e etapas a decorrer em ambiente citadino têm de ser feitos em modo exclusivamente elétrico.

No novo modelo de competição da M-Sport Ford World Rally Team irá estar montado um sistema de produção de energia elétrica semelhante ao que já se encontra no Puma EcoBoost Hybrid, capaz de captar a energia perdida durante as travagens e as desacelerações para a armazenar numa bateria. Esta alimenta o motor elétrico, para melhorar os consumos ou fornecer um aumento de desempenho, caso do modelo de competição (até 100 kW em aumentos múltiplos de potência máximos)

PUB

A Ford revela que a bateria pode também ser recarregada nos Parques de Assistência, através de uma fonte de energia externa (tempo de carregamento de aproximadamente 25 minutos) e que o sistema híbrido é arrefecido por líquido e ar e está alojado num compartimento com resistência balística para suportar o impacto de detritos.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Ford Mustang Mach-E GT já pode ser reservado

Mustang Mach-E bate recorde de menor consumo energético de um automóvel elétrico

Ford F-150 reforça frota policial nos Estados Unidos

Vídeo: Ford lança o Puma ST Gold Edition que foi criado pelos fãs da marca

COMPUTADOR DE BORDO

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

Atenção às datas de revalidação de carta de condução. Faça tudo online e poupe 10%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS