E, agora, para onde se dirige Lewis Hamilton?

  • Redação Autoportal
Campeão mundial Hamilton fecha a época a vencer
Campeão do mundo da F1 tem mais recordes à espera em 2020 e futuro incerto para 2021

A temporada 2019 da Fórmula 1 terminou neste domingo com a consagração de Lewis Hamilton como campeão mundial a ser feita com o triunfo categórico do piloto inglês da Mercedes no GP de Abu Dhabi, mais recordes e conversas sobre a Ferrari.

O seis vezes campeão do mundo de F1 fechou da melhor forma, com pole position, vitória e volta mais rápida da Corrida, uma temporada em que voltou a estabelecer um novo recorde de pontos: 413 Neste campeonato de 2019, Hamilton ganhou 11 das 21 provas, pontuou em todas (leva 33 corridas seguidas recuando até 2018) e só não foi ao pódio duas vezes.

O culminar neste fim de semana deste domínio foi feito a par das declarações que envolvem o os nomes do piloto britânico e da Ferrari na mesma frase. O cenário apontado é apenas a época de 2021, quanto os regulamentos e os carros mudarão; uma temporada para qual muitos pilotos de topo ainda não têm contrato.

Hamilton é um deles. E à felicidade reconhecida pelo diretor da Scuderia, Mattia Binotto, em ver o britânico com um contrato nesta altura com fim marcado para 2020 seguiram-se notícias de encontro do heptacampeão mundial com o presidente da Ferrari, John Elkann.

Confrontado com isso, Hamilton deu como resposta mais concreta o seguinte: “O que acontece à porta fechada é sempre privado independentemente de com quem nos encontremos.”

De resto, o campeão mundial afirma que o caminho onde está é o que tem seguido na Mercedes e apraza decisões sobre o seu futuro para quando houver mais certezas quanto aos próximos passos na F1, por parte da sua equipa alemã e so seu diretor, Toto Wolf, que também se mostrou “totalmente relaxado” e “à vontade” com o tema das conversas do seu piloto com a Ferrari.

A certeza que existe é a de que Hamilton vai apresentar-se para 2020 aos comandos de um Mercedes – não participando nos testes da Pirelli desta semana – e terá à mercê mais alguns recordes de Michael Schumacher aos quais deitar mão.

Mesmo com o inglês a deixar como sua marca a indiferença perante recordes, as coleções de triunfos a isso o levam. Para 2020, Hamilton heptacampeão em título entra como favorito n.º1 a ganhar o campeonato e, conseguindo-o, chegará ao sétimo título mundial – os mesmo que tem Schumacher.

Mas além poder de igualar Schumacher em campeonatos (tornando-se recordista absoluto em número de campeonatos pela mesma equipa), Hamilton pode também ultrapassar o campeão germânico em número de vitórias em Corridas. O inglês tem 84 triunfos faltando-lhe sete para apanhar «Schumi» e oito para ultrapassá-lo.

Os possíveis recordes não acabam ali, desde quanto ao número de triunfos num mesmo grande prémio ou ao número de vitórias na mesma época passando pela série de triunfos consecutivos (esta marca pertencente a Sebastian Vettel. É esperar por 2020...

  • TEMAS:
  • Lewis hamilton

  • Formula 1

  • Mercedes

Veja mais