F1: "Ferrari tem que ter um piloto principal e outro que ajuda a conquistar pontos"

  • Redação Autoportal
Vettel, Binotto e Leclerc (Lusa)
Vettel, Binotto e Leclerc (Lusa)
Antigo presidente da Ferrari defende que Charles Leclec falou de mais pelo rádio

Luca di Montezemolo antigo presidente da Ferrari, revelou agora que a situação atual com Sebastian Vettel e Charles Leclerc é um erro para a equipa italiana.

Montezemolo que liderou a Scuderia entre 1991 e 2014, lembrou que no seu tempo sempre existiu sempre um hierarquia dentro da sua equipa, com um piloto principal, como Michael Schumacher, e um segundo piloto que sabia o seu estatuto, uma fórmula que continua a defender.

"A Ferrari tem de ter sempre piloto principal para conquistar títulos e outro que ajuda a conquistar pontos para o mundial de Construtores ", sublinhou o antigo responsável pela Ferrari em declarações a «Rádio Rai».

Montezemolo foi mesmo mais longe e recordou alguns pilotos que tiveram um papel importante com o estatuto de segundo piloto da equipa da Ferrari.

“Irvine, Barrichello ou Massa, todos foram importantes na Ferrari como segundos pilotos, ajudando Schumacher a conquistar os títulos de pilotos e a Ferrari o de construtores. Por isso, um dos problemas que a equipa acabou por ter este ano foi em gerir dois dos melhores pilotos da atualidade, como Vettel e Leclerc", acrescentou Montezemolo.

Questionado sobre quem seria o segundo piloto da Ferrari este ano, o antigo responsável pela equipa não revelou duvidas sobre o assunto.

"Leclerc é um piloto jovem e muito rápido, surpreendeu tudo e todos e ninguém esperava que fosse tão veloz neste primeiro ano na Ferrari. Contudo falou de mais pelo rádio. Ele é bom, mas é preciso ter cuidado com ele. Tem que crescer, pouco a pouco e está a fazê-lo demasiado rápido. Esse é o seu grande problema ", concluiu o antigo presidente da Ferrari.

  • TEMAS:
  • Fórmula 1

  • Sebastian Vettel

  • Charles Leclerc

Veja mais