F1: GP de Portugal foi o segundo mais visto de 2020

  • Redação Autoportal
  • 8 fev, 17:04
Manuel Luís Goucha e Vasco Palmeirim
GP de Portugal de F1 (Associated Press)

Corrida que marcou o regresso da F1 a só foi batida pelo GP da Hungria

O GP de Portugal de F1 de 2020, no qual o britânico Lewis Hamilton (Mercedes) se tornou no piloto com mais vitórias na Fórmula 1, foi a segunda prova da categoria rainha do automobilismo com maior audiência televisiva em 2020.

A corrida disputada no Autódromo Internacional do Algarve (AIA), em Portimão, a 25 de outubro, e que marcou o regresso a Portugal da F1, vinte e quatro anos depois, registou uma audiência televisiva de 100,5 milhões de espetadores no mundo e só foi batida pelo GP da Hungria que contou 103,7 milhões, segundo revelou a organização do Mundial.

Nesta hierarquia, seguem-se a corrida do Bahrain (98,1 milhões de audiência), disputado quando Hamilton já tinha assegurado o sétimo título de campeão do mundo, e o GP da Turquia (89,1 milhões), prova onde o piloto da Mercedes revalidou o cetro.

Numa temporada largamente afetada pela pandemia de covid-19, e com menos quatro corridas do que em 2019, a Fórmula 1 teve uma audiência televisiva média de 87,4 milhões de espetadores, menos 4,5% do que em 2019.

“A audiência média da época 2020 foi largamente influenciada pelo desenrolar das corridas na Europa e no Golfo, o que significa que várias regiões não receberam os seus GP, as horas das corridas nem sempre foram adequadas para alguns mercados e as habituais assistências para provas específicas não ocorreram”, explicou o organizador do Mundial.

No total, a Fórmula 1 calcula em 1.500 milhões a audiência cumulativa, menos 400 milhões do que no ano de 2019, temporada em que contou com 21 corridas e não 17.

Estamos orgulhosos pelo que conseguimos em 2020 e sabemos que temos uma incrivelmente forte base de adeptos, que pode fazer crescer a audiência nos próximos anos. Estamos satisfeitos por os nossos adeptos estarem contentes com o nosso desporto, a nossa época, e pela forma como responderam à pandemia global”, afirmou o presidente e diretor-executivo da Fórmula 1, Stefano Domenicali.

A temporada de 2021, a 72.ª do ‘grande circo’ tem início previsto para 28 de março, no Bahrain, e fim agendado para 12 de dezembro, com a 23.ª etapa, em Abu Dhabi.

Portugal integra o calendário de 2021, mas, segundo o presidente da Federação Portuguesa de Automobilismo e Karting (FPAK), Ni Amorim, o regresso da Fórmula 1 a Portugal, em maio, está ainda em aberto e dependente de "haver público" ou, "não podendo haver público, de um apoio do Governo".

RELACIONADOS

F1: Hamilton e Mercedes renovam contrato e criam fundação conjunta

F1: Williams liga o motor para anunciar a apresentação do carro

F1 em Portugal depende “de público ou de apoio do Governo”

F1: Mercedes apresenta o carro de 2021 em março

COMPUTADOR DE BORDO

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS