Vídeo: Hamilton reprova novos pneus da F1 e até o seu cão os achou duros

  • Redação Autoportal
Lewis Hamilton e Roscoe (Reuters)
Lewis Hamilton e Roscoe (Reuters)
Piloto britânico critica o novo sistema de identificação dos pneus que diz ser confuso

Campeão do mundo de Fórmula 1, Lewis Hamilton, revelou agora que não se sentiu confortável com os novos compostos dos pneus Pirelli, durante os testes de pré-temporada em Barcelona.

O piloto da Mercedes deixou ainda uma critica ao novo sistema de identificação de pneus da fabricante italiana que considera ser confuso.

“A partir de agora temos nomes diferentes dos pneus. C5, C4, C3, C2 e C1. O que, para mim, é ainda mais confuso do que o  anterior sistema de cores que tínhamos”, sublinhou Lewis.

Para a temporada de 2019 de Fórmula 1, a Pirelli decidiu alterar o sistema de identificação dos compostos, abandonando o anterior sistema de identificação de macio, ultramacio, supermacio, para C1, que é o composto mais duro, C2, C3, C4 e C5 que é o pneu de composto mais macio que os pilotos vão ter à sua disposição.

Em cada fim de semana, três destes compostos vão ser escolhidos para as corridas e  recebem então a designação de composto macio, médio e duro.

“Os pneus que testamos são um pouco duros. Não tenho muitas coisas positivas para falar dos novos pneus e por isso  é melhor não falar. Conforme formos avançando na temporada ano, estou certo que será um desafio”, afirmou Hamilton.

Para 'fazer valer a sua posição', o piloto inglês até partilhou um vídeo em que o seu cão brinca com um C3. E Hamilton ironiza com a inspeção feita por Roscoe confirmando que "são duros de mais para morrer".

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

@roscoelovescoco inspecting the tyres. Yup he concurs they are too hard to bite🤣

Uma publicação partilhada por Lewis Hamilton (@lewishamilton) a

  • TEMAS:
  • Formula 1

  • Lewis Hamilton

  • Mercedes

Veja mais