F1: ausente desde março, diretor técnico da Williams já não volta

  • Redação Autoportal
O Williams FW42 de George Russell (Reuters)
O Williams FW42 de George Russell (Reuters)
Diretor técnico estava de licença desde março

Paddy Lowe anunciou que deixa a Williams.

O engenheiro britânico que chefiava a direção técnica da equipa de Fórmula 1, cujo conselho de administração também integrava, comunicou a sua decisão após um período de licença que cumpria desde março.

“Depois de um período de ponderada reflexão tomei a decisão de não voltar ao trabalho na Williams.”

Paddy Lowe regressou à equipa de Grove em março de 2017 depois de passagens de sucesso pela McLaren e pela Mercedes.

Na atual época, a Williams teve desde logo um arranque problemático falhando parte da pré-época em março e não tendo obtido ainda qualquer ponto – os melhores resultados em oito corridas foram três 15.º lugares de George Russell.

  • TEMAS:
  • Paddy Lowe

  • Williams

  • Fórmula 1

Veja mais