F1: Pérez canta vitória após a loucura que foi o GP do Mónaco

  • Redação Autoportal
  • 29 mai, 17:05
Sergio Pérez (Lusa)
Sergio Pérez (Lusa)

Sétima prova ficou marcada por muitas peripécias entre muita chuva

Sergio Pérez (Red Bull) venceu neste domingo o GP do Mónaco de Fórmula 1 após uma corrida que não podia ter sido mais atribulada.

Carlos Sainz (Ferrari) foi o segundo classificado e Max Vertasppen (Red Bull) foi o terceiro.

PUB

Fora do pódio, no quarto lugar, ficou Charles Leclerc (Ferrari) como o maior derrotado do grupo nesta sétima prova do Mundial de F1.

Estes foram os factos finais de uma corrida que começou com mais de uma hora de atraso por causa da muita chuva que caiu em Monte Carlo por volta da hora inicialmente prevista. Os carros ainda chegaram a fazer a volta de formação atrás do Safety Car, mas o adiamento acabou por ser determinado.

Foi com partida lançada pelo SC que o GP do Mónaco finalmente começou – e já menos uma volta para fazer em relação às inicialmente previstas 78... Leclerc e Sainz mantiveram os Ferrari, por esta ordem, no comando da corrida e os dois Red Bull seguiam-nos com Pérez à frente de Verstappen.

As condições da pista a secar convidavam à troca dos pneus de chuva com que se tinha partido – a questão que começou a ficar em cima da mesa foi a de mudar para os intermédios, que já mostravam em outros carros um andamento muito superior, ou esperar mais umas voltas (como os pilotos da Ferrari foram sugerindo à sua box)...

PUB

Entre as voltas 17 e 22, as decisões – que foram várias – determinaram o rumo da corrida. A Red Bull apostou na troca para os intermédios e a Ferrari foi atrás desta estratégia. Pouco depois, os quatro carros voltam para meter os duros em paragens em sucessão dos respetivos pilotos. E, no final das contas, Pérez ficou no comando da corrida e Leclerc viu-se no quarto lugar – com Sainz e Verstappen entre eles.

PUB

À volta 27, a nova bandeira vermelha seguiu-se ao tremendo acidente de Mick Schumacher que saui ileso, mas deixou o seu Haas destruído e muito trabalho para fazer pista até se voltar a correr.

O novo recomeço lançado deste GP do Mónaco teve desta vez diferente estratégias entre os Red Bull e os Ferrari, pois Pérez e Verstappen regressaram com os pneus médios e Leclerc e Sainz com os duros.

Mas esta foi a diferença que acabou por não mudar as coisas. O que acabou por ser mais uma peripécia foi o final determinado, não pelo cumprimento de todas as voltas, mas pela chegada às duas horas de corrida 64 passagens pela meta depois.

PUB

Classificação do GP do Mónaco:

Nas contas dos campeonatos, Verstappen ganhou mais 3 pontos a Leclerc e a Red Bull aumentou a vantagem sobre a Ferrari.

Classificação do Mundial de Pilotos:

Classificação do Mundial de Construtores:

1 Red Bull, 235 pontos

2 Ferrari, 199

3 Mercedes, 134

4 McLaren, 59

5 Alfa Romeo, 41

6 Alpine, 40

(...)

O Mundial de F1 prossegue em Baku com o GP do Azerbaijão, a oitava prova da temporada, no fim de semana de 10 a 12 de junho.

Continuar a ler

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS