GP da Rússia: Haas apanha susto com incêndio noturno na garagem

  • Redação Autoportal
Haas (Reuters)
Haas (Reuters)

A Haas não teve só boas notícias na manhã desta sexta-feira de arranque para o GP da Rússia com a confirmação dos pilotos para 2019. Um incêndio na garagem da equipa norte-americana de Fórmula 1 durante a noite não só pregou um susto como deixou alguns jogos de pneus destruídos.

O incêndio terá começado num cobertor térmico dos pneus danificando o jogo respetivo como um outro que estava próximo – ambos do carro de Kevin Magnussen. O fogo terá sido visto por um segurança e foi apagado com a ajuda de elementos de várias equipas antes de se espalhar.

Guenther Steiner reconheceu a “sorte” pela rapidez com que o incêndio foi dominado referindo ao «Motorsport.com» não saber ainda o que aconteceu “porque está tudo queimado”. “

“Não podemos tirar conclusões apressadas. Não quero criar pânico em relação ao que realmente aconteceu porque não sabemos. Acho que um guarda viu e todos trabalharam juntos para apagar. Tivemos sorte porque se os pneus pegassem fogo seria muito difícil apagar”, afirmou o diretor da Haas.

Uma equipa terá questionado se os cobertores teriam sido deixados ligados à noite, o que não é uma prática bem aceite, mas Steiner negou essa situação: “[Os cobertores] não são usados à noite. Estavam ligados à tomada, caso contrário não haveria fogo, mas não estavam ligados. Eles estavam em standby.”

Comentários

Veja mais