GP do Canadá: Vettel sofre penalização polémica e Hamilton vence a corrida

  • Redação Autoportal
Lewis Hamilton (Reuters)
Lewis Hamilton (Reuters)
Vettel dominou mas Hamilton subiu ao lugar mais alto do pódio

O GP do Canadá foi uma corrida verdadeiramente intensa e com todos os ingredientes que a Fórmula 1 precisa para se manter como disciplina rainha do automobilismo.

Sebastian Vettel (Ferrari) terminou a corrida na frente, mas uma penalização polémica, depois de uma saída larga do alemão, acabou por levar a direção de corrida a penalizar Vettel em cinco segundo e desta forma oferecer a vitória a Lewis Hamilton.

Na largada Vettel que saiu da pole postion, a primeira da temporada, manteve o comando logo seguido por Hamilton, Leclerc, Ricciardo e Gasly. Já Valtteri Bottas (Mercedes) caiu para a sétima posição no final da primeira volta.

Na frente, Vettel conseguia abrir uma margem sobre o líder do mundial e colocar a diferença entre os dois em pouco mais de dois segundos.

À passagem da nona volta, Lando Norris foi obrigado a abandonar com problemas na suspensão traseira, enquanto na frente tudo continuava igual.

Vettel foi o primeiro dos pilotos da frente a trocar de pneus à passagem da 27.ª volta, montando pneus duros para realizar o resto da corrida. Hamilton fez o mesmo na volta 29 e Bottas à passagem da volta 31 e Leclerc na volta 34.

Com a troca de pneus entre os da frente realizada, Vettel voltava a assumir o comando a corrida mas tinha Hamilton cada vez mais próximo.

Lewis Hamilton estava ao ataque e foi recuperando terreno, quando o Ferrari se debatia com problemas de temperatura dos travões. O campeão do mundo, que vinha de duas vitórias consecutivas, chegou a estar a seis décimos de segundo de Vettel, mas falhava a aproximação final.

À passagem da volta 48, Vettel comete um erro na chicane entre as curvas 3 e 4 ao sair largo e volta à pista na frente do Mercedes de Hamilton que foi obrigado a levantar o pé para não bater no muro e no carro de Vettel.

A manobra acabou por levar a direção de corrida a aplicar uma penalização de cinco segundos a Vettel e a luta pela vitória ficou arrumada apesar do alemão da Ferrari ter andado no máximo até ao final da corrida para tentar ganhar uma vantagem superior à penalização.

Os comissários entenderam que o piloto da Ferrari não reentrou em pista de forma segura. 

Assim e apesar do alemão ter cortado a meta em primeiro, Hamilton conquistou a vitória, relegando Vettel para a segunda posição, enquanto Leclerc foi terceiro.

Já Valtteri Bottas foi quarto e alcançou a volta mais rápida, um novo recorde da pista, ao rodar em 1m13.078s, depois de ter trocado os pneus médios por macios já nas derradeiras voltas da corrida.

Esta foi a quinta vitória em sete corridas esta temporada para Hamilton, que conta já com 78 triunfos na carreira.

Com este resultado Hamilton reforçou a liderança do campeonato e soma agora 162 pontos, Bottas é segundo com 133 pontos e Vettel ocupa a terceira posição com 100 pontos.

Já no mundial de construtores a Mercedes é líder com 295, Ferrari é segunda com 172 pontos e a Red Bull é terceira com 124 pontos.

O mundial de Fórmula 1 regressa agora à Europa, onde no próximo dia 23 tem lugar o GP de França no Circuito de Paul Ricard.

Classificação final do GP do Canadá

Filme da corrida aqui.

 

  • TEMAS:
  • Fórmula 1

  • GP do Canadá

  • Sebastian Vettel

Veja mais