Renault responde à Red Bull: “Manipulam os dados”

  • Redação Autoportal
Cyril Abiteboul (Reuters)
Cyril Abiteboul (Reuters)

«Troca de galhardetes» entre as duas equipas da F1 mantém-se «em alta»

As «trocas de galhardetes» entre a Renault e a Red Bull na Fómula 1, com o motor Honda da equipa austríaca pelo meio, continuam «a ferver» e o diretor da equipa francesa acusou os adversários de manipularem os dados para dizerem que melhoraram o rendimento.

A resposta da Renault surgiu no seguimento de declarações de Helmut Marko. “Depois de fazer uma simulação, vemo-nos muito melhor com o atual motor Honda”, afirmou o conselheiro da Red Bull, que contará com as unidades de potência da fabricante japonesa em 2019 depois de terminar a ligação ao fornecedor francês.

Cyril Abiteboul acusou a Red Bull de não estar a mostrar a realidade. “A Honda ainda está 20 kW [cerca de 27 cv de potência] atrás de nós”, afirmou o diretor da equipa Renault descrevendo estratégias segundo relata o jornal espanhol: “Sei o que diz a Red Bull, ocultam os factos, manipulam os dados.”

“Entendo essa estratégia de comunicação, mas não há factos. Se se pedir uma análise de rendimento, ver-se-á que a Honda está uns 20 kW atrás, porque não saíram do sítio. No ano passado também estavam assim, 20 kW atrás, o mesmo que hoje”, disse o respons+avel francês.

Em resposta, Helmut Marko não se deixou abalar: “Não precisamos de discutir isso porque no próximo ano ver-se-á qual é a nossa posição O senhor Abiteboul continuará sonhar acordado e no ano que vem ficará completamente claro.”

  • TEMAS:
  • Renault

  • Red Bull

  • Fórmula 1

Veja mais