GP da Grã-Bretanha: Hamilton vence e reforça liderança do Mundial

  • Redação Autoportal
Lewis Hamilton (Reuters)
Lewis Hamilton (Reuters)
Safety Car ajudou o piloto britânico a alcançar a vitória

Lewis Hamilton venceu este domingo o GP da Grã-Bretanha, décima ronda do campeonato, ao aproveitar da melhor maneira uma entrada do Safety car em pista para assumir o comando da corrida e não mais o largar.

O piloto britânico alcançou a sexta vitória no GP da Grã-Bretanha e igualou Alain Prost com o mesmo número de vitórias no GP de França.

Na largada, Valtteri Bottas que saiu da pole position assumiu o comando da corrida, levando Hamilton, Charles Leclerc (Ferrari) e Max Verstappen (Red Bull) atrás de si.

Já Sebastian Vettel (Ferrai) aproveitava para passar Pierre Gasly (Red Bull) e assumir a quinta posição.

Na frente da corrida cedo se percebeu que Lewis Hamilton não iria ocupar a segunda posição por muito tempo, com o britânico a atacar a liderança do seu companheiro de equipa logo nas primeiras voltas.

No entanto era a luta pela terceira posição que prendia as atenções, com Charles Leclerc e Max Verstappen numa batalha sem tréguas, o que permitiu que Vettel e Gasly ficassem mais próximos.

Contudo e quando todos esperavam a ultrapassagem de Verstappen a Leclerc, foi Gasly a surpreender ao ultrapassar Vettel.

A luta pelo terceiro lugar foi ao rubro à passagem da 14.ª volta, quando Leclerc e Verstappen entraram juntos nas boxes para a troca de pneus. O holandês acabou por levar a melhor, numa luta apertada, ultrapassando o monegasco e saindo na frente do piloto da Ferrari.

No entanto Leclerc não baixou os braços e rapidamente aproveitou um erro do piloto da Red Bull para ficar na frente de Verstappen.

Entre os da frente, Valtteri Bottas era o primeiro a trocar de pneus e deixava Hamilton na frente da corrida.

O golpe de teatro da corrida surgiu à passagem da 20.ª volta, quando Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo) saiu de pista e obrigou à entrada do Safety Car.

Aproveitando a entrada do Safety Car, Hamilton foi para as boxes trocar de pneus e regressou à pista na frente de Bottas. Uma jogada de mestre que deixava o britânico em situação privilegiada para vencer a corrida.

Na luta entre Leclerc e Verstappen, o holandês surpreendeu ao aproveitar igualmente o Safety Car para realizar uma segunda paragem para montar pneus duros de forma a ir até ao final da corrida. Na Ferrari a ordem para Leclerc surgiu tarde de mais, o que fez com que o monegasco caísse de terceiro para sexto.

Leclerc estava assim obrigado a voltar a realizar uma corrida de trás para a frente, isto numa altura em que Vettel, na terceira posição, estava já a ser atacado por Verstappen na luta pelo lugar mais baixo do pódio.

O piloto da Red Bull acabou ultrapassando o alemão, que tentou responder mas acabou por comprometer a sua corrida ao travar tarde e acabando por bater na traseira do carro de Verstappen.

Verstappen caiu para quinto, enquanto Vettel desceu para último, tendo ainda sido penalizado com 10 segundos pela Direção de Corrida.

Na frente Hamilton conservou a liderança da corrida até ao final e alcançou ainda a volta mais rápida da prova, somando assim a sexta vitória em Silverstone e a 80.ª da sua carreira.

Valtteri Bottas foi segundo na frente de Charles Leclerc que voltou a subir ao pódio, enquanto Pierre Gasly e Max Verstappen fecharam o top cinco desta ronda do campeonato que deixou Hamilton ainda mais longe nas contas do campeonato.

O piloto britânico da Mercedes tem agora 223 pontos, mais 39 que o seu companheiro de equipa Vallteri Botas e mais 100 pontos que Max Verstappen que ocupa a terceira posição.

Já Sebastian Vettel ocupa o quarto lugar com 123 pontos, mais três que Charles Leclerc que fecha o top cinco.

A próxima ronda do campeonato é o GP da Alemanha que terá lugar de 26 a 28 de julho

Classificação final do GP da Grã-Bretanha

Filme da Corrida

 

  • TEMAS:
  • Fórmula 1

  • GP da Grã-Bretanha

  • Valtteri Bottas

Veja mais