Vídeo: piloto saudita Aseel Al-Hamad é a primeira mulher a conduzir um F1 no seu país

  • Redação Autoportal
  • 25 mar, 10:00
Aseel Al-Hamad (Reuters)
Aseel Al-Hamad (Reuters)

Piloto saudita e Abi Pulling ganharam esse estatuto em ação promovida pela Alpine

A piloto saudita Aseel Al-Hamad já conduziu um carro de Fórmula 1 no seu país.

Tendo sido notícia em 2018 quando pilotou o Lotus E20 de 2012 no Circuito de Paul Ricard num ato simbólico de acordo com o fim da proibição da condução para as mulheres no reino da Arabia Saudita, Hamad voltou a sentar-se no E20 e, desta vez, no seu país.

PUB

O momento voltou a ser promovido pela equipa Alpine possibilitando a Hamad e à piloto da W Series Abbi Pulling serem as primeiras mulheres a conduzirem um carro da F1 na Arábia Saudita - que vai acolher neste fim de semana o segundo grande prémio do Mundial de F1.

“Desta vez a sensação é diferente porque estou a conduzir no meu amado país e na minha cidade, Riade”, afirma a piloto saudita.

Representante da Arábia Saudita na Comissão das Mulheres no Desporto Motorizado da FIA e membro da federação saudita do desporto motorizado, Hamad frisa que “é maravilhoso mostrar às gerações mais novas que isto podem ser elas no futuro”.

“Temos a sorte de o desporto motorizado ser um dos raros desportos em que vemos as mulheres competirem com os homens: somo todos pilotos quando se trata disso”, reforça a piloto saudita.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Mulheres sauditas já podem conduzir e em Paul Ricard foi num F1

Fórmula 1 segue em pista em Jeddah: os horários do GP da Arábia Saudita

F1: Leclerc leva tudo no Bahrain, a Ferrari também e o campeão abandona

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS