António Félix da Costa: “Esprememos totalmente o potencial do carro”

  • Redação Autoportal
António Félix da Costa
António Félix da Costa

Piloto português terminou o ePrix de Paris no sétimo lugar

O piloto português António Félix da Costa (BMW) desceu hoje do segundo para o terceiro lugar do campeonato de Fórmula E, depois de ter terminado na sétima posição a prova de Paris, ganha pelo holandês Robin Frijns.

Numa prova marcada pela chuva, o piloto português, que partiu da 14.ª posição da grelha, terminou a 7,236 segundos do vencedor, que cronometrou 47.50,510 minutos.

Félix da Costa, que arrecadou seis pontos em Paris, soma agora 70 pontos no mundial de pilotos, os mesmos que o brasileiro Lucas Di Grassi (Audi), que hoje foi quarto.

“Hoje sinto que esprememos totalmente o potencial do carro face ao lugar de partida. Novamente a pista estava muito suja na nossa sessão de qualificação e tive de partir de 14.º, apesar disso e mesmo com a chuva a aparecer na corrida conseguimos chegar ao final fora de acidentes, recolhendo alguns pontos importantes para o campeonato”, sublinhou António Félix da Costa.

O piloto português garantiu que vai lutar por um lugar no pódio na próxima corrida, a disputar no Mónaco em 11 de maio.

“Agora vem a corrida do Mónaco, onde quero acreditar que esta desvantagem não será tão evidente e terei hipótese de largar mais à frente na grelha, pois aí sinto que tenho carro e condições para lutar por um pódio. De qualquer forma tudo em aberto, cinco corridas pela frente e quero sem dúvida lutar pelo campeonato até ao final", concluiu António Félix da Costa.

  • TEMAS:
  • Formula E

  • António Félix da Costa

  • BMW

Veja mais