Miguel Oliveira sofre com as KTM no GP de São Marino, e, Bagnaia soma a segunda seguida

  • Redação Autoportal
  • 19 set, 13:43
Francesco Bagnaia (Lusa)
Francesco Bagnaia (Lusa)

Piloto português, Miguel Oliveira, não descola dos últimos lugares. Italiano da Ducati volta a ganhar pontos na frente de Quartararo

Miguel Oliveira terminou a 14.ª prova da temporada no 20.º lugar – uma posição ganha em relação ao lugar de onde partiu – tendo de conformar-se com a queda de competitividade das KTM que tem marcado esta última parte do campeonato.

Francesco Bagnaia (Ducati) venceu o GP de São Marino de MotoGP neste domingo ganhando a segunda corrida consecutiva e voltando a ganhar pontos a Fabio Quartararo (Yamaha) na luta pelo primeiro lugar do Mundial.

PUB

Desta vez, foram só 5 pontos que o italiano ganhou ao francês, mas o que é um facto é que a distância passou a ser inferior a 50 pontos (o equivalente a duas vitórias para um sem pontos para outro).

Pelo segundo fim de semana consecutivo, ‘Pecco’ Bagnaia saiu da pole position para largar no primeiro lugar e chegar no primeiro lugar. Desta vez, porém, o italiano teve uma resposta de Quartararo mais competitiva. Mas voltou a não tremer. E é o Mundial que vai ganhando...

Bagnaia partiu na frente com o seu companheiro de equipa, Jack Miller, a escudá-lo no segundo lugar e Quartaro atrás – tudo como estava alinhado na grelha, com a diferença de que as Ducati partiram com pneu duro à frente e macio atrás e a Yamaha com duro à frente e médio atrás. A diferença ficaria para fazer-se valer no final da prova?...

PUB

Miller foi perdendo andamento e não só chegou a altura de Quatrararo assumir o segundo lugar para ir à procura do mano a mano com Bagnaia pela corrida e pelo Mundial, como o australiano acabou classificado no quinto lugar ultrapassado por Marc Márquez (Honda) na última volta.

PUB

Já antes, a Ducati oficial de Miller tinha perdido a luta com a Ducati da satélite Avintia com um fantástico Enea Bastianini aos comandos para finalizar uma tremenda corrida em crescendo com o seu primeiro pódio na categoria fechando a prova no terceiro lugar.

A luta na frente ficou mesmo reservada para as últimas voltas e Quartararo colou-se a Bagnaia para o ataque à vitória. Mas esse ataque não chegou a acontecer de facto, pois, como já se referiu, ‘Pecco’ não vacilou e ganhou o que pôde ao francês.

Brad Binder conseguiu contrariar também como pôde o decair de competitividade notório das KTM nesta fase terminando no top 10, mas Miguel Oliveira nunca conseguiu descolar do final do pelotão em que sempre se encontrou voltando a não pontuar fechando o top 20.

PUB

Classificação do GP de São Marino de MotoGP:

O piloto português acabou assim por descer uma posição na classificação de um Mundial que vai ganhando novo fôlego na luta pelo título com a redução em duas semanas consecutivas da diferença entre os dois primeiros que é agora de 48 pontos a quatro corrida do fim.

Classificação do Mundial de Pilotos:

1. Fabio Quartararo (Yamaha), 234 pontos

2. Francesco Bagnaia (Ducati), 186

3. Joan Mir (Suzuki), 167

4. Johann Zarco (Pramac Ducati), 141

5. Jack Miller (Ducati), 140

6. Brad Binder (KTM), 124

(...)

9. Marc Márquez (Honda), 92

10. Miguel Oliveira (KTM), 87

11. Jorge Martín (Pramac Ducati), 71

(...)

O Mundial de MotoGP segue agora para os Estados Unidos, daqui a duas semanas, para a realização da 15.ª prova da temporada, o GP das Américas, no COTA (Circuito das Américas), em Austin, no fim de semana de 3 de outubro.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Rossi corre em Misano com capacete inspirado na filha

Bagnaia leva a pole em Misano com recorde e Oliveira sai da 7.ª linha

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS