MotoGP: Incêndio destrói circuito argentino de Termas de Río Hondo

  • Redação Autoportal
  • 6 fev, 15:19
Manuel Luís Goucha e Vasco Palmeirim
Incêndio circuito de Termas de Rio Hondo (Reprodução Twitter)

Chamas destruíram 80% da parte edificada do circuito argentino

O circuito argentino de Termas de Río Hondo, que anualmente recebe o GP da Argentina de MotoGP, foi atingido esta sábado por um violento incêndio que destruiu 80% da parte edificada da estrutura.

Os responsáveis pelo autódromo já fizeram saber que vão trabalhar de forma a recuperar aquela infraestrutura de forma a cumprir com os calendários de provas previstas para aquele circuito.

“Trabalharemos desde já para fazer todo o possível para cumprir com os calendários que temos, inclusive a prova de MotoGP de novembro”, sublinhou a direção, num comunicado divulgado pouco depois do incêndio.

A direção esclarece que o incêndio destruiu, entre outros espaços, o edifício das boxes, a zona da sala de imprensa, e salas VIP, e não atingiu o museu, a torre de controlo e a zona de oficinas.

Os responsáveis pela gestão do autódromo asseguram os danos devem ser cobertos pelo seguro, mas “reconhecem que será preciso tempo para reconstruir” tudo o que foi destruído pelo incêndio.

O circuito argentino integra desde 2014 o calendário do Mundial de MotoGP, tendo a prova de 2021, que estava prevista para 11 de abril, sido adiada para novembro devido ao aumento de casos provocados pela pandemia do novo coronavírus, o mesmo motivo que levou ao cancelamento da corrida em 2020.

RELACIONADOS

MotoGP: Honda já tem data para apresentação da equipa

MotoGP: Yamaha já tem data para apresentação de Quartararo e Viñales

Oliveira e o regresso do GP de Portugal de MotoGP: "Lá vamos nós outra vez"

COMPUTADOR DE BORDO

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS