F1: Red Bull deve um “pedido de desculpas” a Pierre Gasly

  • Redação Autoportal
Pierre Gasly (Reuters)
Pierre Gasly (Reuters)

Erro da equipa comprometeu qualificação do piloto francês

O conselheiro da Red Bull Racing, Helmut Marko, revelou este sábado que a equipa de Milton Keynes deve um “pedido de desculpas pelo erro estúpido” que comprometeu a qualificação do piloto francês no GP da Austrália, prova de abertura da temporada. 
 

Pierre Gasly que foi eliminado na Q1 vai largar para a corrida de domingo na 17.ª posição da grelha, depois de um erro da equipa na gestão de pneus.

“Foi um erro estúpido por parte do pessoal da estratégia e temos de lhe pedir desculpa por isso”, revelou Helmut Marko no final da qualificação.

Por seu lado, Christian Horner, diretor da equipa da Red Bull, foi mais comedido nas palavras e acredita que numa boa recuperação de Gasly ao longo da corrida.

“Infelizmente a segunda volta do Gasly com o primeiro jogo de pneus não foi mais rápida, ao contrário do que aconteceu com o Max. Olhando para trás, é fácil dizer que deveríamos ter usado outro jogo de pneus. Obviamente que é frustrante para ele logo na sua primeira qualificação, mas tenho a certeza de que o Gasly vai fazer uma boa corrida”, sublinhou Christian Horner.

Recorde-se que os carros da Red Bul não ficavam fora da qualificação na Q1 desde o acidente de Max Verstappen no GP do Mónaco em 2018.

VEJA TAMBÉM:

  • TEMAS:
  • F1

  • GP da Austrália

  • Pierre Gasly

Veja mais