Red Bull descola-se da McLaren: “Numa corrida normal passámo-los duas vezes”

  • Redação Autoportal
Helmut Marko (Reuters)
Helmut Marko (Reuters)

«Duelo aerodinâmico» com os motores Renault pelo meio

A Red Bull vai correr em 2018 na Fórmula 1 com motores Honda depois de um ano de «preparação» com a Toro Rosso em 2018 no seguimento da rutura com a McLaren, que se virou para as motorizações Renault neste ano.

As críticas aos motores Honda em 2017 que não estariam à altura do chassi McLaren perderam força neste ano com mais uma época para esquecer da equipa de Woking e Helmut Marko não deixou essa questão de fora numa entrevista à «Motorsport-Magazin» estabelecendo distâncias quando os motores das duas equipas foram os mesmos.

“Passámos os McLaren duas vezes numa corrida normal – com o mesmo motor. Por isso, o que pensa que é? É claro que se olharmos só para a pressão aerodinâmica (...) eles eram mais rápidos nas curvas. Mas nas retas... se fôssemos por esse caminho nunca chegaríamos aos nossos resultados. Temos de fazer um compromisso. O tempo por volta é que decide, não a velocidade em curva”, afirmou o conselheiro da Red Bull.

  • TEMAS:
  • Red Bull

  • Mclaren

  • Helmut Marko

Veja mais