Miguel Oliveira aponta “à vitória” se voltar a Portimão em 2021

  • Redação Autoportal
  • 5 jul, 11:35
Miguel Oliveira (Lusa)
Miguel Oliveira (Lusa)

Portugal pode voltar a receber o Mundial de MotoGP neste ano e o Falcão quer mais

Miguel Oliveira aponta à vitória num eventual regresso do MotoGP ao circuito de Portimão em 2021, caso se confirme uma corrida do Mundial na pista algarvia pela segunda vez neste ano.

O piloto português da KTM fez o balanço da primeira metade da época numa conferência de imprensa promovida nesta semana pelo seu grupo de fãs e, numa projeção para a segunda metade do ano em que deixou o aviso de que têm de contar com ele, assumiu, como escreve a agência Lusa, ‘contas para ajustar’ com a pista portuguesa.

PUB

“Ficaria muito feliz por poder voltar a correr dentro de casa. A minha ambição é correr em condições diferentes e alterar o resultado que foi a queda prematura no GP de Portimão. Se acontecer [o regresso do Mundial ao Portugal neste ano], o objetivo para mim será, obviamente, apontar à vitória.”

O circuito de Portimão recebeu a terceira corrida do Mundial de velocidade, a 18 de abril deste ano, mas, a possibilidade de a pista algarvia voltar a entrar no calendário desta época em substituição da corrida na Austrália, prevista para 24 de outubro, tem sido, como frisa a Lusa, noticiada.

PUB
Miguel Oliveira deixa aviso: “Têm de contar comigo” até final do campeonato

Em 2020, Miguel Oliveira venceu o GP de Portimão numa corrida em que largou na frente da grelha de partida e conservou sempre a liderança, resultado muito diferente do obtido neste ano, quando uma queda logo nas primeiras voltas não lhe permitiu ir além do 16.º lugar.

O Mundial de MotoGP está parado neste mês de julho para um período de férias regressando em agosto para a segunda metade da época com dois fins de semana seguidos no Red Bull Ring, pista onde Miguel Oliveira venceu a primeira corrida na categoria rainha.

PUB

“É sempre importante ganhar nestas corridas, são oportunidades boas, sobretudo quando temos um passado que nos favorece. Cada ano é uma situação particular e temos sempre de fazer melhor, mas não vamos para uma prova onde ganhámos no ano passado com metas inferiores, como é natural”, admitiu o sétimo classificado do Mundial de MotoGP ao cabo de nove corridas.

Miguel Oliveira tem 85 pontos no campeonato estando a 71 de distância do líder, de Fabio Quartararo. O Mundial de MotoGP regressa no dia 8 de agosto com o GP da Estíria.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Miguel Oliveira deixa aviso: “Têm de contar comigo” até final do campeonato

Miguel Oliveira: a mesma certeza desde a primeira corrida

Mike Leitner e Pit Beirer, da Red Bull KTM muito satisfeitos com Miguel Oliveira

Miguel Oliveira sempre no Top 5 nas últimas 4 corridas de Moto GP

COMPUTADOR DE BORDO

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

Atenção às datas de revalidação de carta de condução. Faça tudo online e poupe 10%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS