GP do Japão: Hamilton e Mercedes estão inalcançáveis em Suzuka

  • Redação Autoportal
Lewis Hamilton (Reuters)
Lewis Hamilton (Reuters)

Os Mercedes mostraram-se inalcançáveis no primeiro dia de Treinos Livres do GP do Japão de Fórmula 1 e, entre eles, Lewis Hamilton, com o inglês a fechar as duas sessões desta sexta-feira na frente dos tempos.

Ao final do primeiro dia de treinos em Suzuka, Hamilton fez como melhor tempo 1m28.217s deixando Valtteri Bottas a 4 décimos de segundo quando os dois Mercedes rodaram pela primeira vez com o composto mais mole de pneus à disposição: os supermacios.

Sebastian Vettel ficou a 8 décimos do adversário inglês sendo seguido por Max Verstappen, que já ultrapassou a margem de 1 segundo para o campeão do mundo. Kimi Raikkonen e Daniel Ricciardo fecharam o top 6 com indicações de que Ferrari e Red Bull estão comum andamento semelhante.

O primeiro dos «outros» fora das três equipas mais fortes nos TL2 foi Esteban Ocon colocando o Force India à frente do Haas de Romain Grosjean, como já tinha acontecido antes.

Tempos dos TL2:

Nos TL1, os Mercedes ficaram pelos pneus macios e médios, mas isso não impediu os Flecha de Prata de também terem dominado a primeira sessão do dia, onde a Red Bull se mostrou logo com Ricciardo em terceiro na folha de tempos.

Num arranque de treinos com alguns pilotos a excederem os limites fora de pista, Pierre Gasly pregou um susto madrugador a Lewis Hamilton ao rodar com o Toro Rosso muito lento na trajetória e a obrigar o Mercedes a um desvio por fora da pista – o francês recebeu a segunda repreensão da época por parte dos Comissários.

Como voltou a acontecer na segunda sessão, Ocon e Grosjean disputaram o sétimo tempo nso TL1 que tiveram Lando Norris no lugar de Stoffel Vandoorne.

Tempos dos TL1:

VEJA TAMBÉM:

Prepare-se para madrugadas em cheio: horários da F1, MotoGP e Moto2

Comentários

Veja mais