Hamilton é mais líder do Mundial com triunfo autoritário em Portugal

  • Redação Autoportal
  • 2 mai, 17:52
Lewis Hamilton (Lusa)
Lewis Hamilton (Lusa)

Piloto da Mercedes ultrapassou todos os que tinha de ultrapassar para somar mais uma vitória

Lewis Hamilton venceu neste domingo GP de Portugal de Fórmula 1. Foi a repetição da vitória do ano passado. Foi a vitória 97 da carreira do inglês da Mercedes na F1. Os 100 GP ganhos estão perto, quase como as 100 pole positions...

PUB

Max Verstappen foi o segundo classificado desta tarde no Autódromo Internacional do Algarve; Vatteri Bottas foi o terceiro.

À entrada para a terceira prova da temporada, Hamilton e Verstappen estavam separados por 1 ponto. À saída de Portimão, o campeão mundial em título sai com a liderança do campeonato reforçada.

Hamilton carimbou a segunda vitória da época de forma autoritária partindo da segunda posição da grelha de partida. Bottas saiu da pole position e arrancou bem segurando o comando da prova e com ambos os Mercedes à frente do Red Bull de Verstappen.

Mas um Safety Car ‘precoce’ devido a um acidente que levou ao abandono de Kimi Raikkonen (o Alfa Romeo do finlandês ficou fora de prova logo à volta 2 das 66 e foi o único a não terminar) baralhou, pouco depois, a ordem da partida.

PUB

No recomeço do andamento, à volta 7, Bottas tratou de manter o comando, mas Hamilton acabou surpreendido e Verstappen aproveitou para assumir o segundo lugar. A corrida estava plena de emoção com a luta a três pelo primeiro lugar.

O ataque de Verstappen à liderança de Bottas resultou (após um exagero) na recuperação do segundo lugar por Hamilton, que se defendeu do contra-ataque do holandês. Era o início do andamento mis forte de todos por parte do campeão do mundo que, ainda antes de finalizado o primeiro terço de prova, passou Bottas.

PUB

Sem estratégias de trocas de pneus ainda jogadas a poderem baralhar as posições e retomado o ritmo interrompido pelo Safety Car, Hamilton saltou para a frente e foi deixando Bottas e Verstappen a lutar pelo segundo lugar. A Red Bull foi a primeira a tentar a ‘jogada das boxes’. A resposta da Mercedes foi com Bottas, que conseguiu regressar à pista na frente de Verstappen.

Mas um erro do finlandês – provavelmente devido à falta de temperatura dos pneus – deixou-o à mercê do holandês e o Red Bull colocou-se no segundo lugar da corrida. Hamilton fez então a sua aposta na troca deixando Sergio Pérez na frente da corrida. E foi aqui que a Red Bull tentou uma nova cartada.

PUB

O mexicano foi gastando os pneus com que começou a corrida até não poder mais e, sem qualquer Safety Car que pudesse ter dado uma troca de pneus ‘á borla’, acabou apanhado por Hamilton ainda antes de entrar na box a cerca e 15 voltas do final.

Com estas voltas por cumprir, o campeão do mundo tratou de mostrar que tinha o melhor andamento e que, depois de ultrapassar Verstappen, Bottas e Pérez em corrida seguiu para um triunfo autoritário em Portimão. Atrás de si, aqueles três foram disputando a volta mais rápida, que acabou por ficar com Bottas.

O filme da corrida

Classificação do GP de Portugal de F1:

11 Carlos Sainz (Ferrari); 12 Antonio Giovinazzi (Alfa Romeo); 13 Sebastia Vettel (Aston Martin); 14 Lance Stroll (Aston Martin); 15 Yuki Tsunoda (AlphaTauri); 16 George Russell (Williams); 17 Mick Schumacher (Haas); Nicolas Latifi (Williams); 19 Nikita Mazepin (Haas).

PUB

Classificação do Mundial de Pilotos:

1 Lewis Hamilton (Mercedes), 69

2 Max Verstappen (Red Bull), 61

3 Lando Norris (McLaren), 37

PUB

4 Valtteri Bottas (Mercedes), 32

5 Charles Leclerc (Ferrari), 28

(...)

Classificação do Mundial de Construtores:

1 Mercedes, 101 pontos

2 Red Bull, 83

3 McLaren, 53

(...)

Continuar a ler

RELACIONADOS

O GP de Portugal de F1 volta a volta

GP de Espanha: Oliveira recupera até 11.º na vitória de Miller

COMPUTADOR DE BORDO

Desconfinamento: 10 Dicas para o seu carro

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

VEJA MAIS

MAIS LIDAS