Márquez: “Neste momento, os pilotos a bater são Vinãles e Quartararo”

  • Redação Autoportal
Marc Márquez (Lusa)
Marc Márquez (Lusa)
Campeão do mundo garante que não vai afrouxar quando regressar da paragem

Marc Márquez deu neste domingo mais uma demostração da supremacia com que lidera o Mundial de MotoGP vencendo o GP da Alemanha para reforçar o comando da classificação.

“Há duas corridas entre mim e o [Andrea] Dovi. É claro que a Ducati vai voltar e vai ser muito rápida, mas neste momento, os pilotos a bater são as duas Yamaha, de Vinales e Quartataro. Penso que serão os mais rápidos na segunda metade do campeonato.”

Márquez não deixa de olhar para trás, mas, do alto da sua liderança, o piloto da Honda não pensa em afrouxar o punho e concentra-se em continuar a vencer.

“Nós precisamos de continua a forçar, a trabalhar e afocarmo-nos no nosso andamento. Foi o que fizemos hoje: esquecer os outros. Não interessa quem está atras de mim, quem cai, quem comete erros. Concento me no meu ritmo.”

  • TEMAS:
  • Marc Márquez

  • MotoGP

  • GP Alemanha

Veja mais