Márquez: “Vetar Lorenzo teria sido um sinal de fraqueza”

  • Redação Autoportal
Jorge Lorenzo e Marc Márquez (Imagem MotoGP)
Jorge Lorenzo e Marc Márquez (Imagem MotoGP)

Campeão do mundo em título vê chegada de outro campeão pelo lado positivo

Marc Márquez assume que a chega de Jorge Lorenzo à Honda aumentará a competitividade dentro da equipa e que ele tem de lidar com isso da forma positiva explicando por que não se opôs à contratação do compatriota tricampeão mundial de MotoGP.

“Vetar Lorenzo teria sido um sinal de fraqueza. Se ele me ganhar vai fazê-lo com a mesma arma. Eu prefiro lutar com uma pistola contra uma pistola, do que ter uma pistola contra uma metralhadora”, afirmou Márquez ao «Motorsport.com».

O pentacampeão mudial em título da categoria rainha olha para a chegad de Lorenzo de forma positiva: “Nós teremos a mesma moto e, por isso, se o Jorge vencer eu saberei porquê. Além disso, desta forma podemos melhorar o nível da moto.”

“Ter o Jorge ao me lado, ou qualquer outro piloto, não me fará mudar o meu estilo de pilotagem, nem a minha ambição”, afirmou Márquez acrescentando estar “ciente de que na Honda, na Ducati ou na Yamaha haverá pilotos ganhadores”.

  • TEMAS:
  • Marc Márquez

  • Jorge Lorenzo

  • MotoGP

Veja mais