Verstappen: “Não teremos a potência de Ferrari e Mercedes logo de início”

  • Redação Autoportal
Max Verstappen (Lusa)
Max Verstappen (Lusa)
Piloto da Red Bull elogia o trabalho feito pela Honda

Max Verstappen ainda só testou o Red Bull para 2019 no simulador, mas revela que o que já conhece do novo RB15 que se estreará com o motor Honda transmite boas sensações para o Mundial de Fómula 1 – mesmo admitindo que o arranque será feito ainda com algum défice em relação a Ferrari e Mercedes.

“Eu ainda só pilotei o novo carro no simulador e deixa sensações positivas. Mas é claro que nunca se sabe o que as outras equipas estão a fazer. Teremos de esperar e ver. É entusiasmante, mas isso só será um facto quando me sentar no carro. Antes disso, é difícil saber o que esperar”, afirmou Vestappen num evento de uma marca de roupa segundo relata o «Motorsport.com».

O piloto holandês reconhece logo «a priori», porém, que a Honda ainda não estará ao nível dos adversários mais fortes: “Não penso que estejamos a par da Ferrari e da Mercedes logo de início em termos de potência, mas a Honda está a dar tudo para chegar lá o mais rapidamente possível.”

“A equipa tem imensa energia positiva. Pode ver-se a vontade de vencer. Creio que agora [as coisas] funcionam dos dois lados, pelo lado da equipa e do fornecedor de motores”, assumiu Verstappen.

  • TEMAS:
  • Max Verstappen

  • Red Bull

  • Honda

Veja mais