Zak Brow: “Fernando Alonso teria um enorme êxito na IndyCar”

  • Redação Autoportal
Fernando Alonso (Reuters)
Fernando Alonso (Reuters)
Responsável pela McLaren quer levar Alonso para IndyCar em 2020

A McLaren já fez saber que vai realizar a temporada completa da IndyCar em 2020, mas que ainda não escolheu os pilotos que vão acompanhar a equipa britânica neste regresso ao campeonato norte-americano.

Zak Brown, CEO da McLaren, continua a tentar convencer o espanhol Fernando Alonso a assumir o papel de piloto principal da equipa na IndyCar, apesar de Alonso já ter revelado que pretende apenas realizar as 500 Milhas de Indianápolis.

“Fernando continua a ter contrato como piloto com a McLaren e, obviamente, é um grande amigo da equipa. Não acredito que o seu desejo de conquistar a vitória na Indy 500 tenha desaparecidos, o nosso desejo é tentar conquistar a vitória com ele”, assegurou Brown

O CEO da McLaren vai estar com Alonso no próximo GP de Itália de Fórmula 1 e nessa altura pretende convencer o espanhol a ter um papel mais importante na temporada de regresso da equipa à IndyCar.

"Acredita que seria bastante importante para o campeonato a presença de Alonso. Pessoalmente, acredito que o seu estilo de piloto seria bastante apreciado e o Fernando teria um enorme êxito na IndyCar. No entanto, não acredito que ele tenha a vontade de realizar a temporada completa em 2020. Vamos ver isso com ele dentro de um mês”, concluiu Zak Brown.

Recorde-se que a McLaren anunciou que está de regresso à IndyCar na próxima temporada numa parceria com a Arrow SPM e os carros da equipa britânica vão utilizar motores da Chevrolet.

A equipa de Woking revelou ainda que o brasileiro Gil de Ferran, ex-piloto e bicampeão da categoria, vai liderar a McLaren na IndyCar e que Fernando Alonso deverá participar apenas nas 500 milhas de Indianápolis.

  • TEMAS:
  • IndyCar

  • McLaren

  • Fernando Alonso

Veja mais