Moto2: Binder vence em Aragão, Oliveira fica em 7.º

  • Redação Autoportal
Brad Binder e Miguel Oliveira (Lusa)
Brad Binder e Miguel Oliveira (Lusa)

Brand Binder venceu o GP de Aragão de Moto2 neste domingo e Miguel Oliveira acabou por fica em sétimo lugar da 14.ª prova do Mundial.

Francesco Bagnaia foi o segundo classificado reforçando a liderança do campeonato em relação ao piloto português e Lorenzo Baldassarri fechou os lugares do pódio na Corrida no MotorLand.

Mais uma vez, a Qualificação acabou por ser determinante para o Falcão português que, desta vez, registou o seu pior resultado da época.

Saindo do 18.º lugar da grelha de partida, Oliveira partiu para mais uma prova em recuperação. E, a meio da Corrida, o português da Ajo KTM já tina recuperado metade das posições.

Mas, à medida que se aproximava da frente, a dificuldade para subir mais na classificação ia naturalmente aumentando...

Nos lugares do topo, Brad Binder saiu bem no início segurando a pole position, com Álex Márquez de olho na liderança. Bagnaia também partiu bem do 5.º lugar, pronto para colher frutos mais à frente colocando-se no quarto posto.

Com Oliveira a recuperar lá mais para trás, Márquez conseguiu chegar à liderança na primeira parte da prova, mas Binder reservou a sua cartada decisiva para mais tarde.

Na segunda metade, o companheiro de Miguel Oliveira na Ajo KTM acabou por recuperar a posição que lhe deu a segunda vitória da época e comandando um quarteto em que se decidiu os lugares do pódio.

Acabou por ser Márquez a ficar de fora, com Bagnaia a somar precisos pontos para se distanciar de Oliveira e Baldassarri a ficar em terceiro.

O Filme da Corrida.

Bagnaia aumentou assim a sua liderança para 19 pontos sobre o Falcão quando ficam agora a faltar cinco provas para o final do campeonato.

Classificação do GP de Aragão de Moto2:

Classificação do Mundial de Moto2:

1. Francesco Bagnaia, 234 pontos

2. Miguel Oliveira, 215

3. Brad Binder, 144

4. Lorenzo Baldassarri, 132

(...)

O Mundial de Moto2 prossegue com o GP da Tailândia, no Circuito de Buriram, a 7 de outubro.

Comentários

Veja mais