Moto2: Oliveira fez o que pôde, Bagnaia fez o necessário e é CAMPEÃO

  • Redação Autoportal
Francesco Bagnaia
Francesco Bagnaia

Miguel Oliveira ficou em segundo lugar no GP da Malásia e, neste domingo, ficou à frente de Francesco Bagnaia. Mas não chegou para levar a luta pelo título mundial de Moto2 para a última prova da época.

O português fez o que pôde, mas o italiano fez o que era necessário para garantir o título na 18.ª e penúltima corrida da temporada. Bagnaia chegou em terceiro lugar à meta do Circuito de Sepang e obteve o lugar no pódio que, logo à partida, lhe dava o título de campeão do mundo independentemente do que fizesse o piloto português.

E foi uma partida emocionante com Luca Marini a assumir o comando na primeira- É agora a vez de referir o vencedor da Corrida; ele que dominou a prova por completo desde a primeira volta – ficando atrás de si a luta maior pelo título mundial que já se descreveu.

Marini fez uma Corrida praticamente sem erros de maior; e muito menos que pusessem em causa o seu triunfo. O italiano rodou sempre muito certo e liderou da primeira á última volta e sem permitir que Miguel Oliveira atacasse de facto a sua posição.

O piloto português saiu atrás dos dois pilotos da equipa VR46, mas, com um terço da Corrida cumprido, saiu para perseguir a vitória. Oliveira passou Bagnaia e passou a haver duas lutas no topo da prova: a do português com Marini pela liderança; a de Bagnaia pelo terceiro lugar com Mattia Pasini a segui-lo de mais perto.

Mas, quer num, quer noutro lugar, tanto Marini tratou se não deixar fugir o primeiro lugar, como Bagnaia tratou de garantir que chegava em posição de ganhar o seu primeiro título Mundial. Miguel Oliveira viu confirmado o seu segundo vice-campeonato mundial (depois do Moto3 em 2015).

O FILME DA CORRIDA

Classificação do GP da Malásia de Moto2:

Classificação do Mundial de Pilotos:

1. Francesco Bagnaia, 304 pontos

2. Miguel Oliveira, 272

3. Brad Binder, 201

(...)

O Mundial termina no dia 18 com o GP de Valência no Circuito Ricardo Tormo.

Comentários

Veja mais