HISTÓRICO: MIGUEL OLIVEIRA VENCE O GP DA ESTÍRIA

  • Redação Autoportal
Explosão de emoções na corrida 900 do MotoGP com o primeiro triunfo português arrancado na última curva

MIGUEL OLIVEIRA VENCEU O GP DA ESTÍRIA DE MOTOGP. O Falcão fez história para o desporto nacional neste domingo. O primeiro pódio português na categoria rainha do Motociclismo de velocidade foi conseguido ocupando o seu lugar mais alto, o primeiro, com uma vitória cheia de perseverança, inteligência e talento numa manobra que, também ela, ficará para a história do desporto motorizado luso.

Foi na última curva que tudo ficou decidido. Miguel Oliveira esperou pelo seu momento e, na altura certa – como ele também contou –, o Falcão português da Tech3 KTM atacou de forma certeira para sair vitorioso deixando Jack Miller (Pramac Ducati) no segundo lugar e Pol Espargaró (KTM) na terceira posição.

A quinta prova do calendário fervia de emoção ainda antes de começar e, também em especial, no que às cores nacionais respeitava. Pela segunda semana consecutiva no Red Bull Ring, em Spielberg, o GP a Áustria do domingo anterior ainda se fazia sentir pelos acidentes ocorridos… Johann Zarco começou da via as boxes devido à penalização sofrida. Miguel Oliveira e Pol Espargaró tiveram uma semana agitada de troca de palavras pertencendo ao mesmo universo KTM...

O poder em pista que a marca austríaca tem vindo a mostrar resultou com a colocação das suas quatro motos no top 10 do seu grande prémio caseiro. A concorrência já tinha mostrado o respeito devido pelos pilotos com motos austríacas. O GP da Estíria voltava-se bem para dentro da própria KTM para ver em que ordem terminariam os seus pilotos.

Espargaró assumiu-se de início como o mais forte deles, apesar de ter perdido a pole position para Joan Mir (Suzuki) no arranque – que mostrou ser o mais rápido na primeira parte a Corrida. Miguel Oliveira partiu de sétimo e perdeu uma posição no início para Maverick Viñales (Yamaha).

O grande protagonismo de Vinãles veio, porém, a ser tido mais tarde, já depois de ter deixado a luta da segunda metade do top 10 em que pontificavam três motos austríacas: Oliveira, Brad Binder (KTM) e Iker Lecuona (Tech3 KTM). Na primeira metade daquele top, Espargaró fazia parte dos perseguidores a Mir – quando Vinãles terá ficado sem travões e teve se atirar-se para o chão a 230 km/h.

O piloto espanhol nada sofreu, mas a sua Yamaha foi desfazer-se contra as barreiras incendiando-se. A Corrida foi interrompida. Houve nova partida com 12 voltas por fazer. E o desfecho começou aí. Desta vez, Mir manteve o ritmo, mas não descolou. Espargaró continuou a ser a melhor KTM no top 5, mas, desta vez também, Miguel Oliveira ficou lá, nesse grupo que se foi destacando como os que poderiam lutar pela vitoria – com Miller e Andrea Dovizioso (Ducati).

Entre algumas trocas de posição à sua frente e, com o passar das voltas, também atrás de si, o Falcão foi ‘estacionando’ num terceiro lugar que foi ficando seguro. À frente do português estavam Miller e Espargaró; atrás ficaram Mir e Dovizioso. A caminhar para o fim, Miguel Oliveira não só separava estes dois pares em acesa disputa entre eles, como os dividia estando na cola dos dois primeiros…

O terceiro lugar parecia estar ‘bem agarrado’ para o português a duas voltas do fim. Já se perspetivava o primeiro pódio do desporto nacional na categoria rainha, pois Mir e ‘Dovi’ estavam mais afastados. Já a perseguição que Oliveira manteve aos dois à sua frente que discutiam o primeiro lugar deixava em aberto que as coisas poderiam não terminar exatamente assim...

Numa última volta que não podia ter mais emoção pela incerteza dos cinco primeiros lugares da Corrida, Miller e Espargaró foram jogando os seus trunfos um contra o outro até à última curva, com o Falcão à espreita. E a carta mais alta, nessa última curva, esteve nas mãos do piloto português. Oliveira esperou pela altura, esperou que os dois alargassem a trajetória na sua luta a dois e passou por dentro na última curva ultrapassando ambos e seguindo para um muito emotivo primeiro triunfo no MotoGP.

Esta foi a Corrida 900 da categoria rainha e a 150.ª do piloto português nas três classes de MotoGP.

Classificação do GP da Estíria:

Fabio Quartararo fez uma prova modesta, mas continua líder da classificação do Mundial de Pilotos, com Dovizioso mais perto e com Miguel Oliveira já nono classificado, com 43 pontos.

Classificação do Mundial e Pilotos:

Veja aqui o FILME DA CORRIDA histórica como foi seguida AO VIVO.

O Mundial de MotoGP regressa a 13 de setembro com o GP de São Marino no Circuito de Misano

  • TEMAS:
  • Miguel Oliveira

  • AO VIVO

  • MotoGP

Veja mais