PUB

GP de França: Petrucci vence à chuva em Le Mans e Oliveira é sexto

  • Redação Autoportal
Danilo Petrucci (Lusa)
Danilo Petrucci (Lusa)
Piloto português esteve na luta pelo top cinco

Danilo Petrucci (Ducati) alcançou este domingo a sua primeira vitória da temporada ao vencer o GP de França, nona ronda da temporada, numa corrida marcada pela chuva e onde Miguel Oliveira (Tech3 KTM) fez uma corrida de trás para a frente para terminar na sexta posição.

Com a chuva a surgir minutos antes da partida, a direção de corrida acabou por atrasar a largada para o GP de França de forma a que os pilotos pudessem montar pneus de chuva nas suas motos.

A chegada da chuva acabou mesmo por baralhar as contas, já que na largada, Jack Miller (Pramac Racing) surpreendeu Fabio Quartararo (SRT Yamaha) que saiu da pole, mas que rapidamente foi ultrapassado igualmente por Danilo Petrucci e Andrea Dovizioso (Ducati).

A chegada à primeira curva do circuito francês fez a primeira vítima do piso molhado, já que Valentino Rossi (Yamaha) sofreu uma queda e obrigou Miguel Oliveira a atrasar-se para evitar o italiano da Yamaha, com o português, que largou do 12.º lugar, a descer para o 18.º lugar na primeira volta.

Na frente da corrida, Miller tentava segurar o comando perante os pilotos da equipa oficial da Ducati, mas não demorou muito tempo para que Petrucci abrisse as hostilidades ultrapassando Miller para assumir o comando da corrida, e pouco depois foi a vez de Dovizioso seguir o caminho do seu companheiro de equipa e despachar Miller para a terceira posição.

Já Miguel Oliveira, mostrava um bom andamento à chuva, sendo um dos mais rápidos em pista e começava a galgar posições. O português mostrava um bom ritmo e disposto a entrar na luta pelos lugares da frente.

Na chuva de Le Mans, Pol Espargaró (KTM) e Alex Rins (Suzuki) mostravam todos os seus argumentos, com o espanhol da Suzuki, que largou do 16.º lugar da grelha, a escalar 11 posições em poucas voltas.

Rins começava a reduzir a diferença que o separava do trio da Ducati, com Petrucci na frente e acabou mesmo por se juntar a luta pelos lugares do pódio.

Pol Espargaró, Alex Márquez (Honda), Cal Crutchlow (LCR Honda) e Miguel Oliveira estavam mais rápidos e começavam a encurtar a distância para os quatro da frente. Isto numa altura em que Rins ameaçava ultrapassar Miller, o que não demorou muito, com o piloto da Suzuki a chegar à terceira posição.

A oito voltas do final e com os quatro primeiros numa luta intensa, Jack Miller é obrigado a abandonar com problemas na sua Ducati.

O abandono do australiano da Pramac Racing, abriu caminho para Pol Espargaró subir ao quarto lugar logo seguido por Márquez e Oliveira, depois do português subir ao sexto lugar com a queda de Cal Crutchlow (LCR Honda).

Com Petrucci de pedra e cal na frente da corrida, Alex Rins ultrapassava Andrea Dovizioso e assumia a segunda posição, mas não por muito tempo, já que o piloto da Suzuki acabou por sofrer uma queda a sete voltas do final da corrida, numa altura em que estava já próximo de Petrucci.

Dovizioso começava a revelar problemas de pneus e a luta pela segunda posição ganhava um novo protagonista, Alex Márquez (Honda) que estava a realizar a sua melhor corrida da época.

O jovem espanhol da Honda começou a apertar com Dovizioso e não demorou muito para subir ao segundo lugar, com o italiano da Ducati a sentir então a pressão de Pol Espargaró e Miguel Oliveira.

Espargaró consegui mesmo levar a melhor sobre o italiano da Ducati e assim ascender ao terceiro lugar, enquanto Miguel Oliveira, ainda ultrapassou Dovizioso, acabando, no entanto, por perder o lugar para o italiano.

A luta entre Dovizioso e Oliveira foi aproveitada por Johann Zarco, que na volta final levou a melhor sobre o piloto português da Tech3 KTM, terminando na quinta posição, na frente de Miguel Oliveira que foi sexto.

Com a luta acesa pelo segundo e terceiro lugar do pódio, Danilo Petrucci conseguiu criar uma ligeira vantagem para os seus adversários, que permitiu ao piloto italiano alcançar a sua primeira vitória da temporada, dando à Ducati a sua primeira vitória em Le Mans.

Com estes resultados, Fabio Quartararo, que terminou a corrida em nono, continua na liderança do campeonato com 115 pontos, enquanto Miguel Oliveira é nono com 69 pontos.

Classificação do GP de França de MotoGP

Filme da corrida

Classificação do Mundial de Pilotos

1. Fabio Quartararo (SRT Yamaha), 115 pontos

2. Joan Mir (Suzuki), 105

3. Andrea Dovizioso (Ducati), 97

4. Maverick Viñales (Yamaha), 96

5. Takaaki Nakagami (LCR Honda), 81

6. Franco Morbidelli (SRT Yamaha), 77

7. Jack Miller (Pramac Racing), 75

8. Pol Espargaró (KTM), 73

9. Miguel Oliveira (Tech3 KTM), 69

10. Danilo Petrucci (Ducati), 64

Classificação do Mundial de Construtores

1. Yamaha, 170 pontos

2. Ducati, 151

3. KTM, 125

4. Suzuki, 118

5. Honda,92

6. Aprilia, 32

O MotoGP segue já no próximo fim de semana, com o GP de Aragão.

  • TEMAS:
  • MotoGP

  • GP de França

  • Miguel Oliveira

Veja mais