GP de Portugal: Miguel Oliveira arranca na frente com recorde da pista

  • Redação Autoportal
  • 20 nov 2020, 11:36
Manuel Luís Goucha e Vasco Palmeirim

Piloto português entrou em grande na pista de Portimão

Miguel Oliveira arrancou para o GP de Portugal de MotoGP com o melhor tempo da primeira sessão de Treinos Livres batendo o recorde do Autódromo Internacional do Algarve nas duas rodas.

Nos primeiros treinos oficiais de MotoGP no circuito português, o Falcão da Tech3 KTM rodou na pista de Portimão em 1m40.122s com a sua última volta na sessão da manhã desta sexta-feira.

Maverick Viñales (Yamaha) foi o segundo mais rápido destes TL1 ficando a 40 milésimos de segundo do piloto português, que se estreou na frente de uma sessão de treinos na categoria rainha. Os dois pilotos da Aprilia (Aleix Espargaró e Lorenzo Salvadori) seucederam-se na tabela com cerca de 1 décimo de distância de Oliveira, enquanto o quinto classificado, Pole Espargaró (KTM), já ficou para la do meio segundo de diferença para o Falcão.

Miguel Oliveira fez três saídas para a pista nos TL1 liderando parcialmente a sessão nessas duas vezes (foi mesmo o primeiro líder dos tempos) e acabou a fazer a melhor volta destes primeiros treinos na 28.ª e última passagem pela meta tendo ficado também com o melhor registo parcial no setor 1 da pista de Portimão.

Tempos dos TL1 para o GP de Portugal:

Os treinos para o GP de Portugal de MotoGP continuam nesta tarde com os TL2.

[artigo atualizado]

RELACIONADOS

Miguel Oliveira: “Espero que consigamos um resultado muito bom em Portimão”

GP de Portugal com Miguel Oliveira: os horários mais esperados do ano

Vídeo: Miguel Oliveira recebe apoio de dezenas de motards à chegada ao Algarve

Vídeo: Miguel Oliveira diverte-se a abrir na Ponte 25 de Abril só para ele

Hervé Poncharal: Miguel Oliveira “vai lutar pelas vitórias" no MotoGP

COMPUTADOR DE BORDO

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

Largue o telemóvel: conheça as alterações ao Código da Estrada

VEJA MAIS

MAIS LIDAS