Miguel Oliveira lamenta “triste, mas esperada” ausência de público em Portimão

  • Redação Autoportal
  • 19 mar, 15:30
Miguel Oliveira (Lusa)
Miguel Oliveira (Lusa)

Grandes prémios de Portugal de MotoGP e de F1 em Portimão vão ser corridos sem adeptos nas bancadas

Miguel Oliveira lamentou com tristeza, mas sem total surpresa, as confirmações que vão acontecendo sobre a realização do GP de Portugal de MotoGP, no próximo dia 18 de abril, sem a presença de público nas bancadas do Autódromo Internacional do Algarve (AIA).

"É uma notícia triste, mas um pouco esperada", disse o piloto português, em resposta à Agência Lusa, à margem da assinatura de um acordo de renovação com um dos seus patrocinadores.

PUB

O Governo confirmou ao jornal «Expresso» que o GP de Portugal de Fórmula 1, a 2 de maio, não será autorizado a ter público nas bancadas; deixando também concluir que o MotoGP, a realizar-se antes e num estado anterior do plano de desconfinamento, também não terá.

Miguel Oliveira considerou que "é de lamentar a falta de público num evento tão prestigiado como o MotoGP" afirmando que “são as decisões do Governo que teremos de respeitar".

Continuar a ler

RELACIONADOS

Miguel Oliveira lança 2021: "O objetivo é lutar pelo título”

Governo confirma ausência de público no GP de Portugal de F1

MotoGP: tempestade de areia arruína último dia dos testes de Miguel Oliveira

Miguel Oliveira: “Gostava de ter sido um pouco mais rápido”

COMPUTADOR DE BORDO

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS