Miguel Oliveira lança 2021: "O objetivo é lutar pelo título”

  • Redação Autoportal
  • 19 mar, 16:48
Miguel Oliveira (KTM)
Miguel Oliveira (KTM)

Piloto português assume que não vai arriscar de início

Miguel Oliveira assumiu nesta sexta-feira que o objetivo para a temporada 2021 de MotoGP no seu ano de estreia pela equipa oficial da KTM passa pela luta pelo título de campeão.

"O objetivo é lutar pelo título. Discutir o campeonato não é só o meu objetivo, mas também da marca. Não que isso nos crie alguma expectativa ou pressão, mas o que nos cabe fazer é capitalizar", disse o piloto português à Agência Lusa à margem da assinatura de um contrato com um patrocinador.

PUB

Miguel Oliveira assumiu ser "difícil não colocar todos" os pilotos adversários no lote de favoritos, pois, falando de “uma grelha única” para 2021, destacou que há “muitas motos oficiais" no pelotão: "Não descarto ninguém.”

Pilotando uma KTM RC16 em 2021 com a “mesma base” da moto da temporada anterior, o piloto português não aponta a grandes mudanças por enquanto: "Acho que seria muito arriscado optar por uma estratégia radical. Tivemos poucos dias de testes e num só circuito [Losail, no Qatar], que não é o melhor para testar.”

PUB

“Quero uma experiência de época inteira para perceber qual o ponto forte, [qual] o ponto fraco da moto para em 2022 podermos fazer uma evolução mais completa.", explicou o Falcão.

Em Dia do Pai, Miguel Oliveira ofereceu ao seu, Paulo Oliveira, uma garrafa de vinho de 1995 (ano em que nasceu) e fez uma confissão: “A melhor coisa que posso oferecer-lhe é um título mundial este ano."

Continuar a ler

RELACIONADOS

Miguel Oliveira lamenta “triste, mas esperada” ausência de público em Portimão

Governo confirma ausência de público no GP de Portugal de F1

MotoGP: tempestade de areia arruína último dia dos testes de Miguel Oliveira

Miguel Oliveira: “Gostava de ter sido um pouco mais rápido”

COMPUTADOR DE BORDO

Saiba como deve circular em rotundas de forma correta

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

VEJA MAIS

MAIS LIDAS