Misano testa pilotos em piso molhado e Miguel Oliveira crava o 6.º tempo

  • Redação Autoportal
  • 17 set, 14:38
Miguel Oliveira (Lusa)
Miguel Oliveira (Lusa)

Tabela de tempos combinados reflete a sessão da manhã quando a pista estava seca

A chuva que marcou na manhã desta sexta-feira o final dos primeiros treinos livres para o GP de São Marino de MotoGP condicionou por completo a segunda sessão do dia e, com a pista de Misano bem molhada no treino da tarde, Miguel Oliveira mostrou bom andamento nestas condições cravando o sexto tempo.

O piloto português mostrou ao longo dos TL2 um andamento de top 10 e o oitavo lugar perto do final foi ainda melhorado para o sexto tempo na sua última passagem fechando a sessão molhada com o tempo de 1m43.234s.

PUB

Johann Zarco foi o mais rápido em pista molhada e também elevou a sua prestação ao findar do cronómetro da sessão para um tempo de 1m42.097s deixando o Falcão a 1.137s como o melhor da tarde com uma KTM.

A boa resposta em chuva do francês da Pramac Ducati foi, porém, insuficiente para fazer qualquer alteração aos tempos registados de manhã – diferença superior a 11 segundos entre o melhor dos TL1 e o melhor dos TL2 – e a tabela combinada não viu qualquer alteração em relação ao top 10 provisoriamente na Q2 da qualificação deste sábado.

PUB

As condições atmosféricas dos TL3 serão assim determinantes para saber se pilotos como Zarco e Oliveira voltarão a ter hipótese de lutar pela Q2 em piso seco ou se os tempos vão ficando como estão…

Tempos combinados após os TL2 do GP de São Marino:

O programa do GP de São Marino prossegue na manhã deste sábado com os TL3.

Continuar a ler

RELACIONADOS

GP de São Marino: Oliveira começa lento, Quartararo treme, Viñales acelera

Horários do GP de São Marino com Oliveira e os regressos de Dovizioso e Morbidelli

Veja aqui como Miguel Oliveira está a motivar-se para voltar a voar em São Marino

Miguel Oliveira: “Vamos encontrar a solução em Misano”

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS