Despiste contra casa no Rali da Calheta fez três feridos

  • 13 nov, 20:19
Rali da Calheta (imagem site oficial)
Rali da Calheta (imagem site oficial)

Copiloto teve de ser desencarcerado e foi levado para o hospital estável

O Rali da Calheta, última prova do Campeonato de Ralis da Madeira, ficou neste sábado marcado por um despiste que atingiu uma habitação e causou três feridos: a residente, o piloto e o copiloto tendo este inspirado “mais cuidados”.

“Após a meta da PEC 3 – Calheta 1, o concorrente nº 29 Pedro Faria/Nuno Rodrigues teve um despiste embatendo no muro e atingindo uma residência. Deste incidente resultaram três feridos, dois com ferimentos ligeiros e um a inspirar mais cuidados”, referia o comunicado emitido nesta tarde pela organização da prova.

PUB

A organização explicou que a residente da casa atingida “sofreu escoriações, foi assistida no local e conduzida para o Centro de Saúde da Calheta” e que o piloto Pedro Faria, “com queixas de dores no joelho, foi assistido no local e encaminhado para o Hospital Dr. Nélio Mendonça”.

O co-piloto Nuno Rodrigues “inspirava mais cuidados”, pois, “devido ao recuo do carro foi necessário proceder ao seu desencarceramento tendo sido retirado em plano duro, assistido no local e encaminhado para o Hospital Dr. Nélio Mendonça, acompanhado pelo médico chefe da prova”.

PUB

Nessa altura, a organização informava que Nuno Rodrigues se encontrava em estão “estável, em observação, aguardando resultados de exames médicos”.

Em imagens partilhadas nas redes sociais, pode ver-se o forte choque do Citroën Saxo com o muro e depois com a casa com uma bola de fogo a formar-se antes de o carro se imobilizar.

Continuar a ler

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS