Dakar: Sunderland vence a etapa e Benavides reforça a liderança

  • Redação Autoportal
  • 14 jan, 13:07
Manuel Luís Goucha e Vasco Palmeirim

Joan Barreda abandona depois de falhar o primeiro ponto de abastecimento da etapa

O britânico Sam Sunderlad alcançou esta quinta-feira, a terceira vitória da KTM na 43.ª edição do Dakar, ao vencer a 11.ª etapa da prova, marcada pelo abandono de Joan Barreda.

Sunderlad terminou a tirada que ligou Al-Ula a Yanbu, na distância de 557 quilómetros, 511 deles cronometrados, naquela que foi a especial mais longa da prova, em 4h35m12s, relegando Pablo Quintanilla (Husqvarna), para a segunda posição, a 2m40s.

Já o argentino Kevin Benavides (Honda), foi terceiro a 6m24s do vencedor da tirada, e reforçou a liderança da prova, já que o seu companheiro de equipa Ricky Brabec, segundo da classificação geral à partida apara a etapa desta quinta-feira, terminou a tirada na sexta posição a 12m46s, atrasando-se assim na luta pela vitória na prova.

A penúltima etapa da 43.ª edição do Dakar, ficou marcada pelo abandono de Joan Barreda. O espanhol da Honda, um dos favoritos à vitória, falhou a paragem no primeiro ponto de abastecimento, ao quilómetro 174, e acabou por ficar sem combustível ao quilómetro 267.

Recorde-se que o reabastecimento é obrigatório no Dakar e implica uma paragem regulamentar de 20 minutos, de forma a que os pilotos possam descansar, sob pena de uma penalização de dois minutos por cada período de 30 segundos a menos que não seja respeitado. A ausência de paragem implica a penalização de mais de uma hora.

Sem gasolina e parado no meio da especial, Barreda acabou mesmo por solicitar assistência médica e foi transportado no helicóptero médico da organização para o acampamento no final da etapa

Entre os portugueses Já Sebastian Buhler (Hero), terminou a etapa no 12.º lugar a 23m49s do vencedor da tirada e ocupa o 15.º lugar da geral a 3h48m33s, enquanto Rui Gonçalves (Sherco) teve hoje um dia positivo e foi 14.º, a 27m06s do mais rápido.

Já Joaquim Rodrigue Jr. (Hero) terminou a etapa na 18.ª posição, a 37m30s do vencedor.

Classificação das motos após a 11.ª etapa:

1. Kevin Benavides (Honda), 45h01m44s

2. Sam Sunderland (KTM), +04m12s

3. Ricky Brabec (Honda), +7m13s

4. Daniel Sanders (KTM), +33m05s

5. Skyler Howes (KTM), +49m07s

(...)

11. Joaquim Rodrigues (Hero), +02h18m58s

(...)

15. Sebastian Buhler (Hero), +3h48m33s

(...)

19. Rui Gonçalves (Sherco), +6h21m35s

(...)

Na sexta-feira disputa-se a 12.ª e última etapa, entre Yanbu e Jeddah, com 452 quilómetros, 225 deles cronometrados, com algumas dunas no percurso.

RELACIONADOS

Dakar: Al Rajhi ganha mais uma e Peterhansel está mais perto da vitória

Dakar: Ricky Brabec vence a etapa e Benavides é o novo líder das motos

Benavides dedica vitória no Dakar ao ‘Speedy': “Sinto muito a falta dele"

COMPUTADOR DE BORDO

Fique a saber como são as novas cartas de condução

Descontos nas portagens das ex-Scut de Algarve e Interior vão até aos 55%

Largue o telemóvel: conheça as alterações ao Código da Estrada

VEJA MAIS

MAIS LIDAS