Fórmula 1 faz aviso a Silverstone: “Nós somos um negócio”

  • Redação Autoportal
Sean Bratches, Chase Carey e Ross Brawn
Sean Bratches, Chase Carey e Ross Brawn

O diretor da Fórmula 1 para as operações comerciais fez um aviso explícito ao Circuito de Silverstone sobre a sua continuidade no calendário. Sean Bratches avisou que a F1 é para a Liberty Media um negócio e que o Grande Circo nem sempre passou pela histórica pista inglesa.

“Somos uma entidade com 68 anos e a natureza dos grandes prémios é dinâmica. Silverstone foi o primeiro grande prémio, mas nem sempre corremos em Silverstone nesses 68 anos. Houve corridas em Brands Hatch e outros recintos”, afirmou Bratches segundo escreve o «Crash.net”.

O diretor da F1 para as operações comerciais frisa que “nada é imutável neste desporto no que respeita aos locais das corridas”. “Valorizamos muito certas corridas e fazemos o que podemos para preservá-las, mas nós somos um negócio”, disse claramente.

Para que não restem dúvidas, Bratches garantiu que as razões sentimentais não serão tidas em conta mesmo para Silverstone: “Somos uma companhia pública e temos muitos acionistas e estamos a tentar conjugar o que é melhor para os adeptos com a gestão de um negócio de sucesso.”

Comentários

Veja mais