Vettel: “Em momento algum tivemos um carro dominante”

  • Redação Autoportal
Sebastian Vettel (Reuters)
Sebastian Vettel (Reuters)

Sebastian Vettel afirmou que não houve qualquer altura da presente época da Fórmula 1 em que a Ferrari tenha tido um carro dominante sobre a Mercedes.No lançamento do GP da Tailândia deste fim de semana, o piloto alemão justificou que diverge da opinião geral pelo que se tem passado nas qualificações.

“Eu disse muitas vezes que temos um carro forte, mas eu não penso, ao contrário da opinião das pessoas, que tivemos um carro dominante em algum momento deste ano”, afirmou Vettel discordando que a teórica vantagem reconhecida à Ferrari tenha falhado nas corridas que se seguiram ao GP da Bélgica: “Na Qualificação não ficámos à frente.”

Vettel sublinhou também considerar que “houve corridas de mais” em que a Ferrari não esteve suficientemente perto: “Uma corrida como a do passado fim de semana, a forma como eles [Mercedes] puderam jogar connosco em corrida, significa geralmente que eles tinham mais andamento.”

“Houve outras corridas na temporada em que não tivemos o ritmo que eles tiveram. Mas acho que sempre estivemos muito próximos; na maioria das corridas, perto o suficiente para haver uma boa luta. Por isso, esperamos ter o mesmo desempenho aqui. Parecemos estar mais perto na qualificação”, assumiu o vice-líder do mundial de F1.

Comentários

Veja mais