Vettel: “Não penso em vencer seis corridas, o objetivo é ganhar aqui”

  • Redação Autoportal
Sebastian Vettel e Lewis Hamilton (Reuters)
Sebastian Vettel e Lewis Hamilton (Reuters)

Sebastian Vettel está a 40 pontos de distância de Lewis Hamilton no Mundial de Fórmula 1 quando faltam seis corridas para o final do campeonato e, nesta altura, o piloto da Ferrari depende só de si para chegar ao primeiro lugar no final do campeonato.

O alemão terminará em primeiro se vencer as seis provas que faltam – independentemente do que fizer o adversário da Mercedes –, mas Vettel assume que a necessidade de ganhar é admitida a curto prazo.

"Não penso em vencer as seis corridas. Em primeiro lugar, o meu objetivo é ganhar aqui e, depois, passar para a próxima e assim por diante. Não acho que tenha muito sentido pensar em cinco ou seis corridas que temos pela frente. Acho que é muito melhor focarmo-nos no momento que temos pela frente e, agora, é o primeiro treino livre", afirmou Vettel numa citação do «Motorsport.com».

O GP da Rússia só teve a Mercedes como vencedora desde que passou a integrar o calendário em 2014. Mas o discurso do piloto da Ferrari em Sochi tem em conta as corridas que deveria “ter vencido” e as que ganhou “sem esperar vencer” para frisar que “nunca se sabe o que vai acontecer” e que “tudo é possível".

"Estamos atrás e temos de recuperar e manter vivas as opções. Esse é o nosso objetivo. A melhor maneira de fazer isso é terminar na frente e, espero, na frente de todos. É isso o que tentaremos, por isso, o plano não muda”, esclareceu o tetracampeão.

VEJA TAMBÉM:

Fórmula 1 no Mar Negro: horários do GP da Rússia

Comentários

Veja mais