Testes MotoGP: Miguel Oliveira trabalhou qualificação e ritmo de corrida

  • Redação Autoportal
  • 6 fev, 16:13
Miguel Oliveira (KTM)
Miguel Oliveira (KTM)

Piloto português revela melhorias e dificuldades que encontrou na moto para 2022

Miguel Oliveira completou neste domingo os dois dias da primeira bateria de treinos oficiais de pré-época do MotoGP e revelou que o objetivo presente na KTM é “ser mais rápido e controlar melhor a moto quando o pneu está gasto, ter mais velocidade na qualificação e ritmo de corrida”.

O piloto português terminou os testes com o seu melhor tempo na pista de Sepang em 1.58,701 minutos ficando a 0.570s do registo mais rápido, que foi obtido por Enea Bastianini (Gresini Ducati).

PUB

Na KTM de Miguel Oliveira para 2022 foi visível um novo pacote aerodinâmico e o Falcão confirmou, em conferência de imprensa virtual seguida pela Lusa, que esse plano está sob intenso testes: “É importante ir mais depressa, que a moto fique mais estável e tirarmos partido da potência que temos. Queremos acelerar o quanto antes, mas, agora, também vemos que podemos parar mais depressa.”

“A moto parece mais pesada, não é tão ágil como esperado. Temos de trabalhar noutras áreas como a geometria e a altura para compensar. Não é fácil. Por isso é que requer tempo”, explicou Miguel Oliveira revelando ter feito séries de voltas especificamente para testar os diferentes pacotes aerodinâmicos.

PUB

O MotoGP terá a segunda a segunda bateria de testes oficiais de pré-época entre a próxima sexta-feira e domingo, na Indonésia.

Continuar a ler

RELACIONADOS

Miguel Oliveira fecha os primeiros testes de MotoGP como o melhor das KTM

Miguel Oliveira arranca para 2022 com o 16.º tempo e uma queda

Salários de milhões no MotoGP são um campeonato ainda sem lugar para Miguel Oliveira

Miguel Oliveira apresenta a KTM RC16 para 2022

COMPUTADOR DE BORDO

Veja como deve circular nas rotundas de forma correta (ciclistas também)

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

VEJA MAIS

MAIS LIDAS