Miguel Oliveira: “Todas as dificuldades vão trazer-nos já muitos resultados”

  • Redação Autoportal
Piloto português sente-se mais forte para esta época de 2020 que está para começar

As KTM RC16 da Tech3 foram apresentadas nesta terça-feira [ver artigo relacionado] – assim como as motos da equipa de fábrica [ver o outro relacionado] – e Miguel Oliveira fez também a sua antevisão da época de 2020 do MotoGP, que está quase a começar.

O segundo ano na categoria rainha do motociclismo de velocidade vai também ser o segundo ano do piloto português na Tech3 de Hervé Poncharal e Miguel Oliveira reconhece que a época de estreia foi inevitavelmente de adaptação.

“Adaptar-me ao MotoGP não é fácil e eu levei o meu tempo a tentar perceber como conduzir a moto e como adaptar o meu estilo de condução à dinâmica do MotoGP. Mas julgo que um pouco antes de metade da temporada já consegui solidificar bem a minha velocidade, melhorar diversos aspetos que eu e a equipa fomos trabalhando ao longo do tempo – nomeadamente a travagem.”

Não obstante a lesão que o obrigou a terminar a temporada mais cedo do que o esperado, o piloto português faz um balanço positivo de 2019 e apanha esse balanço para perspetivar um ano de 2020 com bons resultados.

“Julgo que a minha época foi bastante produtiva. Passei por momentos muito difíceis, nomeadamente a lesão, que permitiram neste momento estar um piloto muito mais forte. Julgo que todas as dificuldades pelas quais passámos na época de 2019 nos vão trazer muitos resultados já nesta época de 2020.”

Nesta temporada, as quatro motos divididas pela KTM de fábrica e pela Tech3 vão ser idênticas e Miguel Oliveira destaca as vantagens desse equilíbrio.

“A KTM mostrou sem dúvida nesta época de 2019 que quer ser grande – gigante – no MotoGP e enche-me de orgulho fazer parte desse trajeto. Acho que esta época de 2020 vai trazer um ambiente de equilíbrio entre toda a estrutura da KTM, entre as duas equipas, e eu julgo que vão estar reunidas muito boas condições para transformar-mos esta moto numa moto ainda mais competitiva.”

  • TEMAS:
  • Miguel Oliveira

  • Tech3 KTM

  • MotoGP

Veja mais