MotoGP: Ducati fecha testes com «poker» e Miguel Oliveira cola às KTM de fábrica

  • Redação Autoportal
Miguel Oliveira (Lusa)
Miguel Oliveira (Lusa)
Piloto português ficou logo a seguir a Zarco e ESpargaró

Os primeiros testes da pré-época 2019 do MotoGP terminaram nesta sexta-feira com Miguel Oliveira a fazer o seu melhor tempo absoluto dos três dias. Assim também aconteceu com praticamente todos os pilotos tendo a Ducati guardado um «poker» para dominar a classificação final desta ronda na Malásia.

Miguel Oliveira veio sempre a subir de quarta até esta sexta-feira e conseguiu entrar no segundo 59 ficando com o 19.º tempo final fazendo a sua melhor volta à pista de Sepang em 1m59.949s – à nona volta das 38 que rodou nesta sexta-feira.

Mas, para além da evolução constante registada, entre outros bons sinais deixados também pelo piloto português da Tech3 KTM está que o ‘Falcão’ terminou ‘colado’ às RC16 da equipa de fábrica. No final das contas, Miguel Oliveira só perdeu 2 décimos de segundo para Pol Espargaró e 3 décimos para Johann Zarco.

Já em relação ao seu companheiro de equipa, o piloto português já tinha rodado mais rápido do que Hafizh Syahrin quer na quarta, quer na quinta-feira e acabou por deixar o malaio a 8 décimos de segundo neste último dia.

No topo da folha de tempos, as Ducati acabaram por fechar os testes em grande monopolizando os quatro primeiros lugares da classificação final com as duas motos da equipa de fábrica a terem a as da Pramac pelo seu meio.

Danilo Petrucci foi o piloto mais rápido em Sepang rodando em 1m58.239s retirando 6 décimos de segundo ao recorde (oficioso) da pista. Mas não foi o único. Francesco Bagnaia – campeão em título do Moto2 – também brilhou e mostrou-se em grande estilo ao ficar a apenas 6 centésimos de segundo do líder – e tirando dúvidas quanto ao melhor estreante. Jack Miller e a outra Ducati oficial, de Andrea Dovizioso, ficaram abaixo dos 2 e 3 décimos de diferença de Petrucci.

O quinto elemento do top 5 foi Maverick Viñales (Yamaha) dando seguimento ao bom andamento da véspera e Cal Crutchlow (LCR Honda) fechou o sesxteto de pilotos que rodaram no segundo 58.

Valentino Rossi fechou o top 10 logo à frente co campeão do mundo, Marc Márquez, tendo ambos gasto mais 9 décimos de segundo do que Petrucci na sua melhor volta.

Resultados finais dos testes de MotoGP em Sepang:

1. Danilo Petrucci (Ducati), 1m58.239s

2. Francesco Bagnaia (Pramac Ducati), +0.063s

3. Jack Miller (Pramac Ducati), +0.127s

4. Andrea Dovizioso (Ducati), +0.299s

5. Maverick Viñales (Yamaha), +0.405s

6. Cal Crutchlow (LCR Honda), +0.541s

7. Áleix Espargaró (Aprilia), +0.783s

8. Franco Morbidelli (SRT Yamaha) +0.902s

9. Takaaki Nakagami (LCR Honda), +0.909s

10. Valentino Rossi (Yamaha), +0.916s

11. Marc Márquez (Honda), +0.931s

12. Álex Rins (Suzuki), +0.941s

(...)

17. Johann Zarco (KTM), +1.401s

18. Pol Espargaró (KTM), +1.512s

19. Miguel Oliveira (Tech3 KTM), +1.710s

(...)

21. Hafizh Syahrin (Tech3 KTM), +2.527s

Os pilotos de MotoGP voltam à ação dentro de duas semanas para mais uma ronda de testes, de 23 a 25 de fevereiro, no circuito de Losail, no Qatar, que será o palco da prova de abertura do Campeonato do Mundo, em 10 de março.

  • TEMAS:
  • Miguel Oliveira

  • MotoGP

  • Tech3 KTM

Veja mais