Miguel Oliveira termina testes em Jerez: “Foram dois dias com condições difíceis”

  • Redação Autoportal
  • 19 nov, 19:41
Miguel Oliveira (Lusa)
Miguel Oliveira (Lusa)

Francesco Bagnaia ficou com o melhor tempo dos dois dias de testes

Miguel Oliveira terminou o primeiro ‘round’ de testes de MotoGP para 2022 com o 16.º lugar combinado após o segundo dia no Circuito de Jerez.

O piloto português da KTM fez o seu melhor tempo dos dois dias de testes com o registo de 1m38.085s à sexta das 34 voltas efetuadas nesta sexta-feira, em que foi o 14.º mais rápido – contra os 1m38.312s da véspera.

PUB

“Foram dois dias de testes com condições difíceis. Tivemos sempre a pista com muito vento. Por isso, os avanços que tivemos na mota em algumas peças não se traduziram em tempos por volta, mas, pelo menos, em sensação e em dados, notámos algumas melhorias. A fábrica tem, agora, muito trabalho pela frente para nos dar uma moto melhor”, referiu o Falcão em declarações à sua assessoria de imprensa veiculadas pela Lusa.

Miguel Oliveira acabou por ficar a 1.213 segundos do piloto mais rápido dos testes, que foi Francesco Bagnaia (Ducati), o único a rodar no ‘segundo 36’ em Jerez com o tempo de 1m36.872 (tirando meio segundo ao melhor tempo de quinta-feira).

PUB

O campeão mundial, Fabio Quartararo (Yamaha), foi o segundo mais rápido dos testes ficando a 0.452s de Bagnaia.

Miguel Oliveira garante ter “bem claro” aquilo que a equipa “precisa de melhorar para a próxima época”, pelo que “este mês de dezembro será importante” para a fábrica avançar com as melhorias necessárias: “Estamos de olhos postos no futuro para que em fevereiro comecemos a trabalhar já com uma moto mais competitiva”, concluiu.

Os resultados completos dos dois dias de testes podem ser vistos no site do MotoGP.

PUB
Continuar a ler

RELACIONADOS

Miguel Oliveira faz o 17.º tempo no primeiro dia de testes para 2022

Miguel Oliveira é 14.º em Valência na vitória de Bagnaia e na despedida de Rossi

COMPUTADOR DE BORDO

Tem a certeza de que faz o transporte de crianças como deve ser?

Detetores de radar de velocidade à venda na internet. Legais ou ilegais?

Governo alega “questões técnicas”: veículos elétricos sem direito a descontos nas SCUT

VEJA MAIS

MAIS LIDAS