E exatamente um mês e meio depois, Rossi caiu outra vez (vídeo)

Valentino Rossi
Valentino Rossi

Italiano teve um despiste sem consequências nos Treinos do GP do Japão

Valentino Rossi fez um regresso surpreendente do GP da Aragão de há três semanas depois de ter fraturado a perna no final de agosto.

O piloto italiano voltou à competição três semanas também depois de ter sido operado à fratura da tíbia e do perónio na perna direita.

Neste sábado, nos Treinos Livres 4 do GP de Motegi de MotoGP, «Il Dottore» voltou a cair. E apesar de ter reconhecido no lançamento do fim de semana que ainda não estava a 100%, o piloto da Yamaha seguiu sem mazelas para a Qualificação.

Rossi fraturou a perna a 31 de agosto num acidente durante um treino de enduro. No dia seguinte foi operado. No dia 18 de setembro, o italiano voltou a pilotar uma moto no primeiro teste para o GP de Aragão de dia 24 do mês passado, que correu. Neste sábado, voltou também a dar uma queda.

Do dia da queda que resultou na fratura até ao dia de hoje em que «Il Dottore» voltou a ir ao chão passam 45 dias. Felizmente para o italiano, não houve qualquer consequência física e o que fica assinalado é apenas um mês e meio exato entre os dois acidentes.

GP do Japão: há uma Yamaha na pole-position e é a de Zarco

  • TEMAS:
  • Valentino Rossi

  • GP Japão

  • MotoGP

Veja mais