MotoGP: Rossi confirma alterações na sua equipa para 2020

  • Redação Autoportal
Valentino Rossi (Associated Press)
Valentino Rossi (Associated Press)
Piloto italiano não confirma a continuidade no MotoGP após o final de contrato com a Yamaha

O piloto italiano da Yamaha confirmou esta quinta-feira a saída da sua equipa de Silvano Galbusera, no final da temporada.

“No próximo ano vou mudar o meu chefe de mecânicos. Já conversei com o Silvano Galbusera em Misano. Ele quer continuar na Yamaha, mas pretende ficar mais tempo na Europa, com a equipa de testes”, sublinhou Valentino Rossi aos jornalistas, para justificar a saída da sua equipa de Galbusera.

O piloto da Yamaha confirmou ainda que o sucessor do seu atual chefe de mecânicos já está escolhido.

“David Muñoz vai ser o novo chefe de mecânicos. Ele trabalhou com a Bulega este ano e com a Bagnaia no ano passado. É certo que não tem experiência no MotoGP, mas é jovem e gosto da sua maneira de estar”, acrescentou o piloto italiano.

Com esta alteração na estrutura da sua equipa para a próxima temporada, Valentino Rossi mostra um sinal que não está na disposição de arrumar as luvas no final de 2020, último ano de contrato com a Yamaha.

"Sobre o meu futuro ou um próximo contrato, tudo vai depende dos resultados do próximo ano", concluiu Rossi.

  • TEMAS:
  • MotoGP

  • Valentino Rossi

  • Yamaha

Veja mais