Bottas apanhou com o vento do Bahrain... e até com um saco de plástico

  • Redação Autoportal
Valtteri Bottas (Lusa)
Valtteri Bottas (Lusa)

Valtteri Bottas passou de um grande arranque no GP do Bahrain de Fórmula 1 que lhe valeu subir do quarto lugar na grelha ao segundo lugar para rapidamente voltar a ser ultrapassado por Charles Leclerc e Lewis Hamiton, com Sebastian Vettel na frente.

O piloto finlandês queixou-se do vento para o discreto rendimento durante a Corrida culminando as dificuldades com um objeto estranho que se colou ao Mercedes aumentando ainda mais uma contrariedade ventosa comum ao pelotão.

“O vento apanhou-me um pouco, travei um pouco tarde de mais na Curva 1, a tentar manter a minha posição, e perdi dois lugares", explicou Bottas confessando não ter conseguido lidar com o vento de todo: ”Nas alturas de vento acabei a fazer alguns erros, como acho que outros pilotos também.”

Bottas ainda conseguiu terminar em segundo lugar apesar de ter sido “extremamente difícil manter o ritmo” e segurou a liderança do Mundial no final da segunda prova: “Consegui poupar o motor quando não havia ameaça atrás e havia um grande intervalo para a frente.”

Mas o finlandês ainda teve de lidar com mais problemas causados pelo vento do que outros, como contou ao «Motorsport.com»: “Tinha um saco de plástico preso na asa dianteira, o que estava a custar-me a performance, por isso, não foi a corrida perfeita.”

Veja mais